Gastos com TI aumentarão em 2023!

Previsão aponta que o segmento de software terá um crescimento de dois dígitos este ano

Jardeson Márcio
3 minutos de leitura

Atualmente, o setor de TI (Tecnologia da Informação) é um dos setores que mais cresce no Brasil e no mundo, isso porque nossa sociedade está cada vez mais dependente da tecnologia. Nos dias de hoje, é muito comum que as pessoas usem aplicativos para se comunicar e realizar tarefas cotidianas. Nas empresas, a tecnologia também está cada vez mais presente, mediando processos operacionais e de análise de resultados. Ou seja, o setor de TI é um dos mais aquecidos da atualidade, dada a forte dependência das novas tecnologias. Inclusive, os gastos com TI aumentarão em 2023!

Os gastos globais com TI devem atingir US$ 4,6 trilhões (cerca de R$ 22,7 tri) em 2023, um aumento de 5,5% em relação a 2022, de acordo com a última previsão do pesquisador de mercado americano Gartner (Via: Linux-Magazin).

O que é TI?

O termo TI e refere a uma série de soluções e atividades tecnológicas, que envolvem banco de dados, hardwares, softwares e redes (doméstica ou empresarial), usadas para lidar com as informações. 

O objetivo da área de TI é utilizar os recursos tecnológicos para facilitar o acesso, fazer análises e o gerenciamento de informações, dessa forma facilitando a vida das pessoas e das empresas.

Previsões do Gartner acerca dos gastos com TI para este ano

O Gartner prevê, portanto, um crescimento positivo nos gastos com TI para todas as regiões do mundo em 2023, apesar da atual turbulência econômica global. “Os ventos contrários macroeconômicos não estão diminuindo a transformação digital”, disse John-David Lovelock, analista do Gartner.

Previsões apontam que, os gastos com TI permaneceriam fortes, mesmo com muitos países com previsão de crescimento do produto interno bruto (PIB) quase estável e alta inflação em 2023.

gastos-com-ti-aumentarao-em-2023

O segmento de software terá um crescimento de dois dígitos este ano, de acordo com o Gartner, já que as empresas priorizam os gastos para obter vantagem competitiva por meio de ganhos de produtividade, automação e outras iniciativas de transformação orientadas por software. Em contraste, o segmento de dispositivos está projetado para cair quase 5% até 2023, pois os consumidores adiam as compras de hardware devido ao declínio do poder de compra e à falta de incentivos para comprar.

A área de TI é promissora e, como as pessoas estão cada vez mais dependentes de tecnologia, é essencial para todos, sobretudo para facilitar processos e melhorar a vida das pessoas. Os investimentos em TI devem ser crescentes a cada ano, trazendo cada vez mais melhorias às tecnologias.

Share This Article
Follow:
Jardeson é Mestre em Tecnologia Agroalimentar e Licenciado em Ciências Agrária pela Universidade Federal da Paraíba. Entusiasta no mundo tecnológico, gosta de arquitetura e design gráfico. Economia, tecnologia e atualidade são focos de suas leituras diárias. Acredita que seu dia pode ser salvo por um vídeo engraçado.