GNOME 43.1 vai suportar Wayland no AMD-Xilinx Kria KR260

Projeto vem em desenvolvimento desde o início deste ano.

Claylson Martins
3 minutos de leitura

No início deste ano, a AMD-Xilinx anunciou um kit inicial de robótica com Linux usando o Kria KR26 SOM da Xilinx com um Zynq Ultrascale+ com quatro núcleos Cortex-A53 e gráficos Mali. Enquanto a robótica se concentra neste trabalho, há uma saída DisplayPort. Nos últimos meses, a Canonical vem trabalhando para que essa placa funcione bem com um desktop GNOME com Wayland. Assim, a expectativa é de que o GNOME 43.1 vai suportar Wayland no AMD-Xilinx Kria KR260. Todo o trabalho surgiu a partir da iniciativa do engenheiro canônico Daniel van Vugt, conhecido por seu trabalho em aprimorar a pilha de desktop GNOME upstream para melhorar a experiência do Ubuntu.

Ubuntu 22.04 LTS e ROS 2 são os dois sistemas operacionais que a AMD-Xilinx anunciou oficialmente para este kit inicial de robótica. A AMD e a Canonical em parceria têm trabalhado para garantir que o desktop Ubuntu possa funcionar bem nesta placa baseada em Arm. 

Como plataforma de desenvolvimento para Kria K26 SOMs, o KR260 é construído para robótica e aplicações industriais, completo com interfaces de alto desempenho e suporte nativo ROS 2 para facilitar o desenvolvimento por roboticistas e desenvolvedores de software.

GNOME 43.1 vai suportar Wayland no AMD-Xilinx Kria KR260

A Canonical está trabalhando nas alterações/correções para que a sessão do GNOME Wayland seja executada no Kria KR260. Por sua vez, este foi lançado no último mês de maio. O Kria KR260 Robotics Starter Kit surgiu utilizando o KR26 SoM. Essa alternativa ao NVIDIA Jetson foi projetada para visão de máquina, robótica e outros casos de uso, com quatro núcleos Arm Cortex-A53 com um Xilinx Zynq Ultrascale +, 4 GB de RAM e memória flash QSPI de 512 Mbit. Há também quatro portas Gigabit Ethernet e até um conector SFP+ com suporte a 10GbE.

A última das alterações foi feita e para o próximo lançamento pontual do GNOME 43.1, o GNOME upstream com o compositor Mutter Wayland agora deve se comportar com os gráficos Mali do Xilinx Kria KR260. O conhecido engenheiro canônico Daniel van Vugt por seu trabalho no GNOME cuidou de todas as mudanças com esse último trabalho chegando para o GNOME 43.1.

GNOME 43.1 vai suportar Wayland no AMD-Xilinx Kria KR260.

Além disso, eles escolheram as correções para o pacote Mutter 42.6 para que esse suporte também seja encontrado no Ubuntu 22.04 LTS com as últimas atualizações de versão estável.

O Kria KR260 Robotics Starter Kit é vendido por US $ 349 e atualmente está sendo exibido como um prazo de entrega de 16 semanas. Mais detalhes sobre a placa em Xilinx.com.

Share This Article
Follow:
Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão. Nas horas não muito vagas, professor, fotógrafo, apaixonado por rádio e natureza.