in

Google anuncia “SchedViz” para melhorar o kernel Linux

A ferramenta já era usada internamente pelo Google.

Google anuncia "SchedViz" para melhorar o kernel Linux

O Google acaba de dar mais um passo para ajudar no desenvolvimento do Kernel Linux. A empresa anuncia o “SchedViz” para visualizar o comportamento do agendamento do kernel Linux. Portanto, esta é a mais nova contribuição de código aberto da empresa. Assim, o Google anuncia “SchedViz” para melhorar o kernel Linux.

O comportamento de agendamento do kernel do Linux pode ser um fator-chave na capacidade de resposta do aplicativo e na utilização do sistema. Agora, estamos anunciando o SchedViz, uma nova ferramenta para visualizar o comportamento de agendamento do kernel Linux. Nós o usamos no Google para descobrir muitas oportunidades para melhores opções de agendamento e que causavam muitos problemas de latência na raiz, diz o anúncio oficial da nova ferramenta.

Google anuncia "SchedViz" para melhorar o kernel Linux

O SchedViz é uma ferramenta desenvolvida no Google para visualizar o comportamento de agendamento do kernel do Linux. O Google já usou essa ferramenta internamente para encontrar áreas de aprimoramento no kernel. Deste modo, poderia fazer melhores escolhas de agendamento e analisar problemas de latência de memória.

Google anuncia “SchedViz” para melhorar o kernel Linux. Porém, como isso funciona?

Google anuncia "SchedViz" para melhorar o kernel Linux

O SchedViz visualiza os rastreamentos reunidos no sistema host. Além disso, seu fluxo de trabalho visa a facilitar o máximo possível a captura desses rastreamentos. A interface do usuário do SchedViz também deve, da mesma forma, melhorar ao máximo a vida de desenvolvedores para a análise de diferentes comportamentos de agendamento no sistema e suas causas.

Além de usar o SchedViz para descobrir defeitos no agendador do kernel, eles também estão procurando usá-lo para visualizar outros pontos de rastreio do kernel. Da mesma forma, devem analisar outros comportamentos do kernel que poderiam ser otimizados para obter melhor eficiência.

Então, para mais detalhes sobre o SchedViz através do Blog de código aberto do Google. O código está hospedado no GitHub.

Fonte: Phoronix

Escrito por Claylson Martins

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.

instalar-o-retroarch-no-ubuntu-fedora-debian-centos-e-opensuse-frontend-api-libretro

Como instalar o RetroArch no Ubuntu, Fedora, Debian, CentOS e openSUSE!

instalar-o-monento-no-ubuntu-fedora-debian-centos-e-opensuse-gerenciador-financas-pessoais

Como instalar o Monento no Ubuntu, Fedora, Debian, CentOS e openSUSE! Gestor de finanças pessoais!