in

Google quer comunidade de código aberto para design de chips

Após projetos como o Chromium e Android.

Google quer comunidade de código aberto para design de chips

Após investir pesado em projetos de código aberto como Android e Chromium, o Google quer promover uma comunidade semelhante para hardware e design de chips, apelidado de open source silicon. A comunidade de código aberto para hardware e design de chips virá na esteira do sucesso atual do software livre. Assim, o Google acredita que o “novo domínio do silício de código aberto” ajudaria a todos. Segundo a empresa, isso irá “beneficiar de forma semelhante todos os participantes”. O Google alega que a criação de uma “linha de base aberta e comum dará o benefício da escolha da implementação. Além disso, garante a compatibilidade de software e um conjunto de interfaces comuns.

Assim, poderia incentivar a inovação, enquanto a natureza aberta garante transparência e segurança ao design. No entanto, existem vários desafios que precisam ser resolvidos:

Para aproveitar ao máximo o ‘silício aberto’, precisaremos de novas metodologias de design e novos modelos de governança. Além disso, precisamos do aumento de colaborações entre a indústria, a academia e não para obter lucros.

Google diz estar engajado no projeto

Linux Foundation anuncia a CHIPS Alliance para projetos de chips de código aberto

O blog do Google Open Source detalhou dois esforços que a empresa está “ativamente engajada em ajudar”. Isso inclui fornecer financiamento, suporte estratégico e legal para o lowRISC e se tornar o membro fundador do projeto CHIPS Alliance da Linux Foundation.

O lowRISC é líder em divulgação na comunidade de open silicon e documentação técnica. Da mesma forma, no avanço de um sistema verdadeiramente aberto em um chip. Há muito tempo apoiamos a missão do lowRISC de implantar de forma transparente o silício. E o engajamento robusto da comunidade de silício de código aberto. Fornecendo financiamento, consultoria e reconhecendo sua liderança de comunidade de código aberto. Também a selecionamos como uma organização de orientação do Google Summer of Code.

A CHIPS Alliance apresenta um modelo colaborativo, voltado para o setor, para liberar IP de silício de alta qualidade e suporte a garantias técnicas. Mais recentemente, em colaboração com a CHIPS Alliance, lançamos um gerador de fluxo de instruções da Universal Verification Methodology (UVM). Ele vai auxiliar na verificação de núcleos RISC-V. Acreditamos que o fornecimento aberto de ferramentas de verificação será fundamental para o sucesso a longo prazo da comunidade de software livre de silício.

Comunidade de código aberto para design de chips

O Google já é um fabricante de chips com a linha Titan de chips de segurança para data centers e dispositivos Pixel. Como a Apple e outras empresas comprovaram, seria vantajoso um sistema Made by Google. Assim, a empresa teria toda a pilha de hardware sem depender de outras empresas. Assim, o Google quer uma comunidade de código aberto para design de chips e hardware.

Fonte

Written by Claylson

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.

KDE Plasma 5.16 entra na versão Beta

KDE Plasma 5.16 entra na versão Beta

Aonde IBM and Red Hat irão a partir de agora?

Aonde IBM and Red Hat irão a partir de agora?