in

Grupo hacker russo Evil Corp foi acusado de roubar US$ 100 milhões de contas bancárias

Através de phishing e malwares os hackers continuam roubando milhões!

Como manter suas comunicações comerciais confidenciais seguras na pandemia
Imagem: The Hacker News.

Os departamentos de Justiça e do Tesouro dos EUA querem que 17 indivíduos associados a um grupo hacker chamado Evil Corp sejam levados à justiça. Isso ocorre depois que se descobriu que eles roubaram mais de US$ 100 milhões usando um malware bancário. Além disso, existe até uma recompensa de US$ 5 milhões por informações sobre o líder do grupo de hackers, Maksim Yakubets.

Grupo hacker russo Evil Corp rouba US$ 100 milhões

Quando se trata de hackers, o consenso parece ser de que os hackers russos são os mais rápidos, conseguindo se mover livremente pela rede de uma organização apenas 20 minutos após o início de uma invasão.

Além disso, eles são os mais produtivos, e um exemplo relevante é um grupo de hackers conhecido como Evil Corp, que conseguiu roubar nada menos que US$ 100 milhões em contas bancárias em 40 países nos últimos anos usando uma combinação de campanhas de phishing e malware bancário contra indivíduos e grandes corporações.

Grupo hacker russo Evil Corp foi acusado de roubar US$ 100 milhões de contas bancárias
Carros de luxo pertencentes aos membros do Evil Corp. A lamborguini pertence ao Yakubets. Fonte: Ars Technica.

Os promotores norte-americanos apresentaram acusações contra o líder do grupo, Maksim Yakubets, que supostamente é responsável pelo desenvolvimento e distribuição do Dridex, um malware bancário conhecido que é capaz de fugir das soluções antivírus tradicionais e se espalha principalmente por meio de campanhas de phishing via e-mail. Além disso, o grupo foi vinculado a uma operação de vários anos que usou um malware semelhante conhecido como Zeus, que os ajudou a roubar outros US$ 70 milhões de suas vítimas.

O secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, disse em comunicado público:

O Tesouro está sancionando a Evil Corp como parte de uma ação abrangente contra uma das organizações criminosas cibernéticas mais produtivas do mundo. Dessa maneira, essa ação coordenada visa interromper as campanhas maciças de phishing orquestradas por esse grupo de hackers baseado na Rússia.

Grupo hacker russo Evil Corp foi acusado de roubar US$ 100 milhões de contas bancárias
Procurado pelo FBI. Imagem: Reprodução | Tech Spot.

Recompensa pelos líderes

O objetivo é capturar os líderes do Evil Corp que, acredita-se, residem em Moscou, Rússia. Existe até uma recompensa de US$ 5 milhões disponível para qualquer pessoa que possa oferecer informações que levem à sua prisão. Além disso, o departamento de Justiça menciona Igor Turashev, que supostamente ajudou na criação de ransomware e atuou como administrador da logística do Evil Corp.

Curiosamente, o líder do Evil Corp, Yakubets, está vinculado aos serviços de inteligência russos e acredita-se que ele tenha ajudado as autoridades a coletar informações confidenciais sobre vários alvos desde 2017. Ele está no topo da lista de criminosos cibernéticos mais procurados do FBI.

Com os ataques bancários de trojan se tornando mais agressivos a cada ano, é importante tomar as medidas necessárias para se proteger de tais ataques, como esse onde o grupo hacker russo Evil Corp roubou US$ 100 milhões de contas bancárias. Portanto, vale a pena manter backups de seus arquivos importantes.

Fonte: Tech Spot

Leia também:

Hackers estão reativando contas da Netflix canceladas por usuários