Categorias

o-android-13-tem-codinome-interno-vazado-a-aposta-agora-e-a-sobremesa-tiramisu

Android

Games

Notícias

Tutoriais Linux

Vídeos

Notícias

09/08/2021 às 19:43

17 min leitura

Avatar Autor
Por Claylson Martins

Há 30 anos Tim Berners-Lee ligou o primeiro servidor da World Wide Web

Aconteceu há 30 anos em uma NeXTStation: Tim Berners-Lee ligou um servidor da World Wide Web - e a internet nunca mais seria a mesma.

Há 30 anos Tim Berners-Lee ligou o primeiro servidor da World Wide Web

Você conseguiria imaginar sua vida sem internet? Pois é, parece que foi ontem e realmente, não faz tanto tempo assim que ela surgiu com força. Há 30 anos Tim Berners-Lee ligou o primeiro servidor da World Wide Web. Hoje, a maioria de nós vive, trabalha, se apaixona e compra nossos produtos pela web. Para nós, é tão natural quanto respirar. Nem sempre foi assim. 

Em 1989, Tim Berners-Lee propôs a criação de uma estrutura unificadora para vincular informações em diferentes computadores. Ele o chamou de “Gerenciamento de informações: uma proposta“. Mais tarde, Berners-Lee a chamaria de World Wide Web. Não era uma ideia nova, você pode rastreá-la até Vannevar Bush em 1945, que descreveu um Memex: A desk permitiria aos usuários pesquisar microfilmes para exibir documentos de uma biblioteca por meio de trilhas de páginas vinculadas.  

Outros na década de 1960, como Ted Nelson e Douglas Engelbart, promoveriam a ideia. Mas, em agosto de 1991, Berners-Lee levaria a teoria para um sistema funcional: a World Wide Web. O mundo nunca mais seria o mesmo. 

Há 30 anos Tim Berners-Lee ligou o primeiro servidor da World Wide Web

Há 30 anos Tim Berners-Lee ligou o primeiro servidor da World Wide Web

Em 1989, a internet ainda era amplamente usada por pesquisadores, acadêmicos e militares. Em 1993, estava a caminho de se tornar a Internet que conhecemos. Dois acontecimentos fizeram isso: a web e o muito mais obscuro Commercial Internet Exchange (CIX). Foi assim que aconteceu.

No final dos anos 80 e início dos anos 90, a internet evoluiu de uma ARPANet militar para uma rede pública para militares, cientistas, pesquisadores e acadêmicos. Estava disponível se você estivesse na escola certa ou trabalhasse no emprego certo, mas a maioria das pessoas não tinha acesso. 

Mesmo quando você podia usar a Internet inicial, tinha que usar aplicativos baseados em ASCII como pine e elm para e-mail e programas de linha de comando/shell Unix como ftp e Archie para encontrar e compartilhar arquivos. A ferramenta mais avançada que tínhamos era o Gopher, um guia parecido com o do Yahoo para recursos da Internet.

 Depois que Berners-Lee inventou a web, tudo mudou.

Ninguém viu a revolução no início. A web, que funcionava em NeXTStations – Steve Jobs projetou estações de trabalho Unix que viriam ser os embriões dos Macs de hoje – estava disponível apenas para algumas pessoas nos círculos de tecnologia da Internet. Afinal, ele foi criado para ajudar os cientistas do CERN, a Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear, a compartilhar pesquisas. 

Só no início de 1993 o público aprendeu sobre a web com um cara chamado Steven J. Vaughan-Nichols. 

Tantas empresas fazem promessas casuais sobre IA, é difícil saber o que é real e o que não é. Enquanto os concorrentes aperfeiçoavam seus comunicados à imprensa, a Juniper foi a primeira com AIOps cliente-para-nuvem, primeiro com um Virtual Network Assistant orientado por IA e o primeiro em reconhecimento do setor.

Com IA real, sua rede se torna mais fácil de operar. Você pode rapidamente configurar, solucionar problemas e proteger sua rede, minimizando erros. E quando você pode consertar problemas antes que eles afetem os usuários, você está proporcionando uma experiência de próximo nível.

E as soluções da Juniper, impulsionadas pelo Mist AI, se traduzem em economias reais de custos de até 78% em seu investimento. Calcule sua economia com Mist AI.

Ancestral do Google

Muitas das ideias que usamos hoje surgiram por lá. É o caso, por exemplo, de um mecanismo de pesquisas chamado WAIS. Seria, portanto, um ancestral do Google. WAIS foi um dos primeiros do que hoje chamamos de motores de busca públicos. Embora tenha havido muitos outros mecanismos de pesquisa antes dele – começando com NASA RECONDialog e OCLC  – eles não estavam disponíveis publicamente e se restringiam a um conjunto de dados relativamente pequeno. WAIS foi o primeiro a tornar a maioria dos recursos públicos da Internet pesquisáveis.

WAIS foi realmente o ancestral do Google. Mas, sem a web, os motores de busca ainda estariam limitados a áreas restritas do conhecimento. 

Ao mesmo tempo, as pessoas estavam se tornando cada vez mais interessadas em usar a Internet para mais do que apenas pesquisar. A Usenet , uma rede social primitiva de muitos grupos de discussão, aguçou o apetite das pessoas por socializar e fazer negócios na rede. Infelizmente, você não conseguia nem vender seu carro usado na rede, muito menos administrar uma empresa como a Amazon. 

Antes do surgimento da hiper-comercializada internet de hoje em que você mal conseguia encontrar uma única página da web sem anúncios ou cookies, no início dos anos 90 você não podia fazer nada relacionado a negócios na rede. Isso mudaria com o CIX.

Primeiros provedores

Os primeiros provedores de serviços de Internet (ISPs), como IBMMerit Network e MCI começaram a fornecer serviços de negócios em redes nacionais e regionais. Para economizar dinheiro e expandir seu alcance, em 1990 eles formaram a organização sem fins lucrativos Advanced Network Services (ANS), que criou o primeiro backbone comercial da Internet, ANSNET. Essa mesma rede de área ampla também foi usada pela NSFNET; parte da Internet não comercial mais antiga funcionava nos mesmos cabos e roteadores.

A ANSNET fez mais do que aumentar a velocidade de backbone da Internet inicial dos incrivelmente rápidos 1,544 megabits por segundo do T1 para os então incríveis 44,736 Mbps do T3. Foi há muito tempo. 

Em 1993, a NSF também concordou em permitir que o trio de empresas pioneiras de internet formassem a ANS CO + RE Systems, uma empresa com fins lucrativos que vendia acesso corporativo à internet – contanto que não usassem a rede para publicidade.

Este acordo abriu a caixa de Pandora. Agora, todos queriam usar a rede em rápida expansão, à medida que os dados saltavam de redes empresariais para redes sem fins lucrativos e vice-versa. Para resolver esses problemas, uma lista de e-mails pública, com-priv, foi criada em um dos primeiros provedores de serviços de Internet, PSI Network (PSINet). A partir dessas conversas, três ISPs que não faziam parte da ANSNET (CERFNET, PSINet e UUNET) formaram sua própria rede de redes: a Commercial Internet Exchange (CIX). A partir dessas conversas, três ISPs que não faziam parte da ANSNET (CERFNET, PSINet e UUNET) formaram sua própria rede de redes: CIX.

Mas, ANSNET e CIX não concordaram em compartilhar o tráfego. Isso irritou todo mundo na Internet, que não conseguia nem mesmo enviar e-mails uns para os outros com facilidade. Em 1992, Mitch Kapor, fundador da Lotus Development e seu aplicativo matador de planilha Lotus 1-2-3 , tornou-se presidente da CIX. Ele conseguiu que os dois lados concordassem com um “grande compromisso”. No acordo, ANS e CIX concordaram em compartilhar o tráfego entre as redes uma da outra. Como Kapor disse então, “Ao dar este passo significativo, possibilitamos uma maior liberdade de restrições de conteúdo na Internet.” Isso o lembra da neutralidade da rede?  

Depois que fizeram as pazes, os ISPs surgiram em todo o mundo, oferecendo acesso à Internet na velocidade inédita de 28,8 kilobits por segundo (Kbps). Como eu disse, foi há muito tempo.  

Agora, tudo o que era necessário era um programa fácil de usar que permitisse aos usuários pesquisar, brincar e trabalhar com o que encontrassem na internet. As pessoas já estavam acostumadas a usar serviços online como AOL e CompuServe.

É aí que entra o navegador da web.

O primeiro navegador gráfico popular veio do National Center for Supercomputing Applications (NCSA) da Universidade de Illinois em Urbana-Champaign. O Mosaic criado por Marc Andreessen e Eric Bina, não foi o primeiro navegador gráfico. ViolaWWW, um navegador Unix, leva essa honra, enquanto Cello foi o primeiro navegador gráfico do Windows. 

O Mosaic, no entanto, foi o primeiro navegador a permitir a visualização de imagens dentro das páginas. Navegadores anteriores só podiam mostrar imagens como arquivos separados. Não houve contestação: o Mosaic dominaria a primeira guerra dos navegadores.

Hoje, 30 anos depois, muitos de vocês nem conseguem imaginar um mundo sem a web. Você pensa nisso em termos de Facebook, Twitter, fotos engraçadas de gatos, memes, Netflix e World of Warcraft. Mas sem a tecnologia da web e a comercialização da rede da CIX, nada disso existiria.

Via ZDNet

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão. Nas horas não muito vagas, professor, fotógrafo, apaixonado por rádio e natureza.

Últimos artigos

Newsletter

Receba nossas atualizações!

Newsletter

Receba nossas atualizações!
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.