in

Haiku OS R1 lança segunda versão beta

Veja as novidades que chegaram após quase dois anos.

A distro Haiku OS R1 lança segunda versão beta depois de um ano e nove meses do lançamento da primeira. O projeto continua o trabalho realizado no sistema operacional BeOS, que foi descontinuado. Inicialmente, ele recebeu o nome de OpenBeOS, mas foi renomeado em 2004 devido a reclamações relacionadas ao uso da marca BeOS no nome.

Este é um projeto bem peculiar pois o Haiku OS não usa o Linux Kernel. Portanto, ele possui um kernel próprio, construído com base em uma arquitetura modular, otimizado para alta capacidade de resposta às ações do usuário e execução eficiente do aplicativo multithread. O sistema é baseado diretamente nas tecnologias BeOS 5 e visa a compatibilidade binária com aplicativos para este sistema operacional. Requisitos mínimos de hardware: CPU Pentium II e 256 MB de RAM (recomendado Intel Core i3 e 2 GB de RAM).

O OpenBFS é usado como o sistema de arquivos. Ele suporta atributos de arquivo estendidos, registro no diário, pointers de 64 bits, suporta o armazenamento de metatags e índices especiais para acelerar a seleção neles. Para organizar a estrutura de diretórios, as árvores “B + tree” são usadas.

O que há de novo nesta segunda versão beta do Haiku OS R1?

Haiku OS R1 lança segunda versão beta

Nos quase dois anos desde a última atualização, 101 desenvolvedores participaram do trabalho em torno deste novo beta do Haiku. Então, existem mais de 2800 alterações que foram preparadas e 900 mensagens de erro e aplicativos foram fechados para implementar inovações.

Um deles é o desempenho aprimorado nas telas HiDPI, nas quais a escala correta dos elementos da interface também é fornecida. Além disso, o tamanho da fonte é usado como um fator-chave para o dimensionamento, segundo o qual a escala de todos é selecionada automaticamente a partir de outros elementos da interface.

Haiku OS R1 lança segunda versão beta

Na barra da área de trabalho, existe um modo mini, no qual o painel não ocupa toda a largura da tela e muda dinamicamente de acordo com os ícones colocados. O modo de abertura automática do painel foi aprimorado, aumentando o tamanho somente quando você passa o mouse e exibe uma versão mais compacta no modo normal.

Outras novidades

Haiku OS R1 lança segunda versão beta

Outra mudança é que foi adicionada uma interface para configurar dispositivos de entrada, na qual os configuradores do mouse, teclado e joystick são combinados. Além disso, foi adicionado suporte ao mouse com mais de três botões e a capacidade de personalizar as ações dos botões do mouse.

DA mesma forma, há melhor compatibilidade com POSIX e portou um grande número de novos programas gráficos, jogos e kits de ferramentas. Também estão disponíveis aplicativos LibreOffice, Telegram, Okular, Krita e AQEMU, além de jogos FreeCiv, DreamChess e Minetest.

Haiku OS R1 lança segunda versão beta

O instalador adiciona a capacidade de excluir a instalação de pacotes opcionais presentes na mídia. Ao configurar partições de disco, mais informações sobre as unidades são exibidas, a definição de uso de criptografia é implementada e informações sobre espaço livre são adicionadas às partições existentes.

Existe uma opção disponível para atualizar rapidamente o Haiku R1 Beta 1 para Beta 2. O terminal fornece emulação da tecla Meta. Nas configurações, você pode atribuir a função Meta à tecla Alt/Option localizada à esquerda do espaço (a tecla Alt à direita do espaço se manterá como está).

Das outras alterações mencionadas nesta nova versão beta:

Haiku OS R1 lança segunda versão beta

  • O navegador WebPositive foi atualizado, que foi transferido para a nova versão do mecanismo WebKit e otimizado para reduzir o consumo de memória.
  • Suporte implementado para unidades NVMe e seu uso como meio de inicialização.
  • Suporte estendido e estabilizado para USB3 (XHCI). A inicialização a partir de dispositivos USB3 foi organizada e a operação adequada com dispositivos de entrada foi garantida.
  • Carregador de inicialização adicionado para sistemas com UEFI.
  • Trabalho foi feito para estabilizar e melhorar o desempenho do núcleo. Muitos bugs que congelam ou travam são corrigidos.
  • Código de driver de rede importado do FreeBSD 12.

Baixar o Haiku OS R1 beta 2

Então, por fim, se você quiser saber mais sobre ele e  obter a imagem desta nova versão, poderá fazê-lo no link a seguir.