in

KDE quer ajudar usuários do Windows 7 a atualizar para o Linux

O plasma pode se parecer com o Windows 7 com um tema especial

KDE quer ajudar usuários do Windows 7 a atualizar para o Linux

A comunidade do KDE compartilhou detalhes de como eles querem ajudar as pessoas que usam o sistema operacional Windows 7 a migrar para o Linux. A ideia é aplicar alguns temas no Plasma. Então, isso deve deixá-lo parecido com o sistema operacional que está saindo de linha no próximo dia 14 de janeiro. Portanto, haverá incentivo da migração do Windows 7 para KDE Plasma.

Como o KDE quer ajudar usuários do Windows 7 a atualizar para o Linux

KDE quer ajudar usuários do Windows 7 a atualizar para o Linux

Na semana que vem, em 14 de janeiro, a Microsoft não fornecerá mais atualizações ou patches de segurança para os usuários do Windows 7, o que significa que seu amado sistema operacional em breve começará a se tornar alvo de hackers e todo tipo de ameaças se não atualizar para o Windows 10 ou outro sistema operacional, como macOS ou uma distribuição GNU/Linux.

Portanto, a comunidade do KDE incentiva os usuários do Windows 7 a experimentar o Linux.  Isso caso não desejem atualizar seus computadores para o Windows 10. Logo, devem instalar uma distribuição que apresenta o ambiente de área de trabalho Plasma, que pode ser facilmente transformado. Assim, seu sistema poderá parecer e se comportar como um Windows 7 área de trabalho com um tema especial. Além disso, você também aproveitará os recursos de segurança e estabilidade do Linux.

Em vez de migrar para o Windows 10 e aguentar horas de atualizações, invasões à sua privacidade e anúncios irritantes incorporados aos seus aplicativos, instale um sistema operacional Linux com o Plasma. Em 30 minutos, você estará em funcionamento e terá todas as segurança e estabilidade de um sistema Linux, com todos os recursos e facilidade de uso do Plasma, disse o KDE.

E os meus aplicativos e jogos favoritos?

Obviamente, a primeira pergunta que os usuários do Windows 7 farão é se seus aplicativos e jogos favoritos serão executados no Linux. Bem, a comunidade do KDE garante que aqueles que desejam migrar para uma distribuição GNU/Linux executando o ambiente de desktop Plasma por padrão encontrem muitos aplicativos populares. Se você ainda precisar usar um determinado programa do Windows, haverá o Wine.

O Wine permite executar praticamente qualquer aplicativo e jogo do Windows em um sistema operacional baseado em Linux. Se você é um jogador de Windows, não precisa se preocupar muito, pois poderá continuar tendo seus jogos favoritos no Linux. Isso pode ser feito por meio do Steam for Linux que agora suporta milhares de jogos. Além disso, também há o Proton, uma ferramenta que permite Jogos exclusivos do Windows para rodar em um sistema operacional Linux.

Se você ainda não está convencido, a comunidade KDE preparou um bom vídeo para mostrar ao usuário do Windows 7 o que está faltando para não atualizar para a área de trabalho Plasma. Eles também configuram uma tarefa em que a comunidade pode ajudar a persuadir os usuários do Windows 7 a mudarem para a área de trabalho Plasma. Assim, podem contribuir com ideias, recursos e conselhos para o brainstorming. Mais detalhes estão disponíveis aqui.

Escrito por Claylson Martins

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.

KDE lança atualização de aplicativos de janeiro de 2020

KDE lança atualização de aplicativos de janeiro de 2020

Linus Torvalds não recomenda o uso do ZFS no Linux

Linus Torvalds não recomenda o uso do ZFS no Linux