Notícias

12/10/2021 às 08:00

6 min leitura

Avatar Autor
Por Claylson Martins

Kernel Linux tem recorde de otimizações

O Linux está se aproximando de 7 milhões de IOPS por núcleo.

Kernel Linux tem recorde de otimizações

O mantenedor do subsistema de blocos do Linux e desenvolvedor líder de IO_uring, Jens Axboe, continua fazendo otimizações surpreendentes no código do kernel para extrair o máximo potencial de desempenho de seu sistema novinho em folha. Assim, o Kernel Linux tem recorde de otimizações.


Depois de atualizar para um sistema AMD Ryzen 9 5950X para desenvolvimento e manter seu armazenamento Intel Optane Gen2, ele terminou setembro sendo capaz de atingir cerca de 5,1 M IOPS por núcleo para este sistema que ele usa para teste de referência e avaliação de mudanças no subsistema de bloco do Linux. Aquele 5,1 M IOPS por núcleo é impressionante, enquanto anteriormente ele estava feliz em bater acima de 3 M IOPS por núcleo.

Agora, embora com pouco mais de uma semana para pressionar seu novo sistema, ele já ultrapassou 6M IOPS com mudanças de kernel em andamento e agora está se aproximando rapidamente de 7M IOPS por núcleo na mesma plataforma.

Kernel Linux tem recorde de otimizações

Axboe compartilhou que ele está com cerca de 6,8 milhões de IOPS por núcleo agora, como terminou na semana passada. Ele observou que esta semana espera “quebrar 7M” como seu mais recente desafio auto-imposto para este engenheiro Linux atualmente empregado pelo Facebook.

Seus patches que impulsionam o melhor desempenho foram alterações no código de bloco, NVMe, multi-queue blk-mq e IO_uring. Suas melhorias estão sendo testadas por meio do branch “perf-wip” do linux-block . Esperançosamente, a maioria desses patches, pelo menos, estarão prontos para mainlining na janela de mesclagem do 5.16 em novembro.

NVIDIA contribuindo com Suporte Tegra NVDEC para Linux 5.16

As mudanças do driver Tegra DRM foram enviadas na sexta-feira do novo material destinado ao Linux 5.16. Desta vez, o driver NVDEC da NVIDIA foi incluído.

Depois de passar por rodadas de revisão de código público, as atualizações do driver Tegra DRM para Linux 5.16 incluem a introdução do driver NVDEC para decodificação de vídeo acelerada. Este trabalho de mecanismo de decodificação de vídeo de código aberto é para o Tegra X1 (Tegra210) e mais recentes, incluindo o Tegra X2 e Xavier SoCs no momento.

Em fevereiro, a NVIDIA forneceu a documentação de vídeo do Tegra como parte de seu “Open GPU Docs” que cobre as interfaces NVDEC e NVENC. Este código NVDEC definido para ser mesclado para Linux 5.16 também foi criado pela NVIDIA.

Junto com o código do kernel, no espaço do usuário está o VAAPI-Tegra-Driver que fornece uma interface de API de aceleração de vídeo (VA-API) para Tegra SoCs usando este código de kernel. Atualmente são suportados decodificação de H.264 e MPEG2.

Além do driver NVDEC, as alterações do Tegra para Linux 5.16 também incluem um retrabalho “bastante grande” em seu código de objeto de buffer para torná-lo mais alinhado com as expectativas de infraestrutura DMA-BUF. Isso, por sua vez, torna a virada de página mais eficiente, juntamente com outras melhorias. A lista de patches de driver de vídeo/gráficos do Tegra destinados ao Linux 5.16 pode ser encontrada por meio desta solicitação de pull.

Via Phoronix

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão. Nas horas não muito vagas, professor, fotógrafo, apaixonado por rádio e natureza.

Últimos artigos

Newsletter

Receba nossas atualizações!

Newsletter

Receba nossas atualizações!
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.