in

Lançado Flatpak 1.8 com suporte aprimorado a P2P e nova unidade Systemd

O Flatpak 1.8 está repleto de novos recursos e melhorias.

Alexander Larsson (mantenedor do Flatpak) anunciou a disponibilidade geral do Flatpak 1.8 como o mais novo ramo estável. Como resultado, o Flatpak 1.8 está repleto de novos recursos e melhorias. Entre os mais importantes, há a instalação simplificada do suporte ao OSTree ponto a ponto.

Além disso, o Flatpak 1.8 é fornecido com uma unidade systemd, que não é instalada por padrão, para detectar automaticamente pendrives conectados a repositórios de carregamento sideloading.

Em suma, o Flatpak 1.8 parece outro ótimo lançamento que deve trazer uma melhor experiência de aplicativo Flatpak para sua distribuição Linux.

Flatpak 1.8 tem suporte aprimorado a P2P e nova unidade Systemd

Agora, o Flatpak também oferece suporte completo para:

  • fish shell;
  • downloads mais eficientes;
  • acesso direto ao dispositivo ALSA para aplicativos;
  • capacidade de lidar com a migração de controles remotos com IDs de coleção;
  • um novo arquivo sysusers.d para permitir que o systemd crie os usuários necessários;
  • novas APIs do portal de geração para obter o PID real dos aplicativos lançados;
  • novas permissões de sistema de arquivos host-etc e host-os para dar acesso ao sistema /usr e /etc;
  • um novo recurso de sinalização install-authenticator no FlatpakTransaction para permitir que os clientes manipulem os autenticadores de instalação necessários para uma transação;
  • novas chamadas de biblioteca.
Lançado Flatpak 1.8 com suporte aprimorado a P2P e nova unidade Systemd
Todos os que desejam atualizar devem aguardar o lançamento da nova versão estável nos repositórios de suas distribuições favoritas.

Além disso, o Flatpak 1.8 adiciona aprimoramentos:

  • de fuso horário para muitos aplicativos, sempre expondo os dados do fuso horário do host;
  • melhora o manuseio dos tipos de mídia do Docker nos controles remotos OCI;
  • aprimora os comandos flatpak enter e flatpak uninstall;
  • o componente de exportação de documentos obtém suporte para diretórios de exportação;
  • o recurso de migração DConf agora suporta números de versão nos caminhos de objetos;
  • as unidades transitórias do sistema Flatpak agora têm um prefixo de aplicativo para corresponder às novas especificações XDG para nomes cgroup;
  • o comando flatpak upgrade agora é conhecido por flatpak update.

Por fim, você pode fazer o download do código-fonte do Flatpak 1.8 na página GitHub do projeto. Por outro lado, todos os que desejam atualizar devem aguardar o lançamento da nova versão estável nos repositórios de suas distribuições favoritas.

Fonte: 9to5Linux