in

Lançado VirtualBox 6.1.10

Esta é uma pequena atualização de manutenção que chega três semanas depois da versão anterior.

A Oracle anuncia que acaba de ser lançado o VirtualBox 6.1.10. Esta é uma pequena atualização de manutenção de seu software de virtualização de código aberto e de plataforma cruzada. Assim, ela espera adicionar suporte à mais recente série de kernel Linux e corrigir alguns bugs menores.

O VirtualBox 6.1.10 vem exatamente três semanas após a versão 6.1.8, que adicionou suporte aos sistemas operacionais Red Hat Enterprise Linux 8.2, Oracle Linux 8.2 e CentOS Linux 8.2.

É uma pequena atualização que está aqui principalmente para adicionar suporte à mais recente série de kernel Linux 5.7 para hosts convidados e Linux que executam o kernel 5.7, mesmo que a maioria das distribuições ainda não tenha sido atualizada.

No entanto, a Oracle está sempre um passo à frente, portanto, se você já está executando o kernel 5.7 do Linux ou em breve será equipado com ele, agora pode atualizar o VirtualBox para a versão 6.1.10 e usar suas máquinas virtuais com segurança.

Lançado VirtualBox 6.1.10

Lançado VirtualBox 6.1.10

Além do suporte ao kernel Linux 5.7, o VirtualBox 6.1.10 aprimora o redimensionamento e o manuseio de vários monitores para os hosts do Wayland e desabilita a entrada e saída de áudio por padrão para novas máquinas virtuais. Assim, evita um problema de privacidade em que o VirtualBox tinha acesso ao microfone host, apesar da entrada de áudio estar desativada.

A interface gráfica do usuário também foi atualizada para melhorar o suporte às sessões do Qt on Xwayland e fazer com que o ponteiro do mouse funcione corretamente nos hosts do Windows quando a escala estiver ativada.

Além disso, esta versão corrige o erro “VBoxClient: The parent session seems to be non-X11” e uma falha do “VBoxManage internalmandmands repairhd” que ocorreu durante o processamento de entrada inválida.

Você pode fazer o download do VirtualBox 6.1.10 agora mesmo no site oficial da sua distribuição favorita do GNU/Linux ou atualizar suas instalações quando a nova versão chegar nos repositórios de software estáveis.