Categorias

o-android-13-tem-codinome-interno-vazado-a-aposta-agora-e-a-sobremesa-tiramisu

Android

Games

Notícias

Tutoriais Linux

Vídeos

Notícias

06/09/2021 às 13:47

6 min leitura

Avatar Autor
Por Claylson Martins

Linus Torvalds diz que o GitHub “cria mesclagens de lixo absolutamente inúteis”

Saiba porque ele fez críticas pesadas ao repositório.

GitHub resolve vulnerabilidades graves em pacotes Node.js.

O criador e principal desenvolvedor do Linux, Linus Torvalds, voltou a mostrar o que tem de melhor quando não está programando ou supervisionando o kernel Linux. Ele soltou o verbo e criticou pesadamente o GitHub, o repositório de códigos que está sob o guarda-chuva da Microsoft. Linus Torvalds diz que o GitHub “cria mesclagens de lixo absolutamente inúteis”.

Há alguns dias, o Paragon Software Group enviou uma Solicitação de Validação (um termo conhecido como solicitação pull) para seu driver de leitura/gravação NTFS denominado NTFS3 para o próximo kernel Linux 5.15. Linus Torvalds disse que incluirá o driver NTFS da Paragon Software no código-fonte do kernel 5.15. No entanto, reclamou do uso do GitHub merge em uma apresentação. De acordo com Torvalds, o GitHub “cria mesclagens de lixo absolutamente inúteis”.

NTFS é o sistema de arquivos nativo do Windows e a implementação do Paragon se destina a melhorar a interoperabilidade, em comparação com o driver existente que tem suporte de gravação limitado. A empresa está aprendendo como lidar com o processo de envio e Torvalds fez vários comentários para melhorar as solicitações de pull futuras.

Linus Torvalds diz que o GitHub “cria mesclagens de lixo absolutamente inúteis” e critica ausência de processos

Linus Torvalds diz que o GitHub "cria mesclagens de lixo absolutamente inúteis"

Em primeiro lugar, Linus Torvalds disse que a Petição de Validação deveria ter sido assinada. “Em um mundo perfeito, seria uma assinatura PGP que eu pudesse rastrear, mas nunca exigi isso”, disse ele. PGP refere-se a Pretty Good Privacy, cujo objetivo é proteger as informações distribuídas pela Internet através do uso de criptografia de chave pública, bem como para facilitar a autenticação de documentos.

Em segundo lugar, ele observou que o código de solicitação pull incluía confirmações de mesclagem feitas usando a IU da Web do GitHub. É por isso que Torvalds avisa que “você nunca deve usar as interfaces do GitHub para mesclar nada.”

Terceiro, o repositório Paragon tem mensagens de commit que carecem de informação, como “Merge branch ‘torvalds: master’ no master”. Torvalds disse que “as fusões do kernel do Linux devem ser feitas corretamente.” Ele acrescentou: ” Isso significa mensagens de commit adequadas com informações sobre o que está sendo mesclado e por que algo foi mesclado. Mas também significa informações adequadas sobre autoria e committer, etc. Tudo isso o GitHub bagunça totalmente.”

Torvalds já havia reclamado sobre alguns aspectos do GitHub (de propriedade da Microsoft desde 2018) no passado.

História entre Torvalds e GitHub

Em abril de 2005 Linus Torvalds, o pai do sistema operacional Linux, projetou um motor de controle de código chamado Git com o objetivo de ter um sistema descentralizado que lhe permitisse trabalhar da maneira que as ferramentas do momento não permitiam.

Seu sucesso foi imediato e sua adoção pela comunidade de desenvolvedores cresceu rapidamente para se tornar o gerenciador de código mais usado no mundo.

Usando este repositório como base, em 2008 Chris Wanstrath, PJ Hyett e Tom Preston-Werner fundaram o GitHub com o objetivo final de construir ferramentas para a comunidade de desenvolvimento , estabelecendo as bases para esta plataforma.

Via Genbeta

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão. Nas horas não muito vagas, professor, fotógrafo, apaixonado por rádio e natureza.

Últimos artigos

Newsletter

Receba nossas atualizações!

Newsletter

Receba nossas atualizações!
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.