in

Linux 5.10-rc3 lançado com tamanho normal

Segundo Linus Torvalds, esta versão acompanha o padrão dos últimos dois anos.

O desenvolvedor Linus Torvalds acaba de lançar o Linux 5.10-rc3 como a versão de teste mais recente, em relação ao Linux 5.10 estável, que terá sua versão estável ainda em dezembro. Além disso, esta versão do kernel deverá ser LTS. Pelo menos é isso que determinam as novas diretrizes. Torvalds caracterizou o atual 5.10-rc3 lançado como sendo de tamanho “normal” para este estágio intermediário de desenvolvimento.

Linux 5.10-rc3 lançado com tamanho normal

Linux 5.10-rc3 lançado com tamanho normal

Ele resumiu a atual situação do kernel no anúncio de lançamento:

As coisas parecem normais. O rc3 não é nem particularmente pequeno nem grande. É a média do rc3 nos últimos dois anos. Como de costume, as coisas melhoraram um pouco no rc2 conforme as pessoas estão encontrando problemas. Porém, isso é normal e não é preocupante.

Nada particularmente se destaca no shortlog ou nas diferenças – as mudanças estão bem espalhadas, com todas as suspeitas usuais: drivers (gpu, som, i2c, rede etc), correções de arquitetura (x86, powerpc, arm64, risc-v, s390), e várias atualizações de ferramentas e documentação. E para completar, um conhecimento aleatório em outro lugar (rede central, kernel, algum mm e ruído do sistema de arquivos).

Como o Linux 5.10 também servirá como a versão de Suporte a Longo Prazo (LTS) deste ano, deve ter manutenção pela próxima meia década.

Intel contribui com desenvolvimento do Kernel

A Intel está contribuindo com um novo driver para o kernel Linux para determinar se as portas Thunderbolt/USB4 estão funcionais.

O DMA Traffic Test Driver faz exatamente isso. Assim, ele envia e recebe um número exato de pacotes em uma conexão de loopback. O objetivo é ver se uma porta está funcionando, principalmente para fins de teste durante a fabricação de hardware.

Além de precisar deste novo driver Thunderbolt/USB4, um cabo Thunderbolt/USB4 precisa se conectar de volta à porta do roteador host. Outra forma é usando um dongle loopback especial para cruzamento de linhas RX e TX.

O driver USB4_DMA_TEST (módulo do kernel thunderbolt_dma_test) expõe seus ajustáveis ??de envio e recebimento via DebugFS e para iniciar o teste e ler o status.

Então, mais detalhes sobre este driver Intel Linux pendente para teste via dma-test em Thunderbolt.git.Contudo, o recurso só deve fazer parte do Linux 5.11.