in

Linux 5.3-rc8 liberado no lugar da versão estável

A medida é para ganhar tempo e evitar a abertura da janela de mesclagem do Linux 5.4.

Participação de mercado do Linux aumentou novamente
A participação do Linux entre todos os sistemas operacionais de desktop cresceu de uma nova máxima de 2,87% em abril de 2020 para uma alta ainda maior de 3,17% em maio de 2020.

Para quem esperava o lançamento definitivo, pode ser uma frustração. Foi liberado neste final de semana o Linux 5.3-rc8 no lugar da versão estável. Na verdade, isto já era esperado e Linus Torvalds lançou o kernel do Linux 5.3-rc8 em vez de optar pelo Linux 5.3 estável.

Por que o Linux 5.3-rc8 foi liberado no lugar da versão estável?Linux 5.3-rc8 liberado no lugar da versão estável

Devido a Torvalds viajar esta semana para a Linux Plumbers Conference e o Kernel Summit, ele queria evitar a abertura da janela de mesclagem do Linux 5.4 esta semana. Além disso, com algumas correções atrasadas para o Linux 5.3, ele considerou correto emitir um oitavo candidato à versão semanal, em vez de fazer a versão de disponibilidade geral. Se isso fosse feito, obrigatoriamente abriria a janela de mesclagem 5.4.

Com o Linux 5.3-rc8, tudo deve ser mais fácil para o Torvalds e os vários mantenedores do kernel. No geral, apesar de ser um pequeno candidato a lançamento, há algumas novidades.

Fora isso, é realmente um rc muito pequeno (e espero que a última semana seja menor ainda). De fato, os configfs são corrigidos junto com um vhost revert que é cerca de metade do patch. O resto são várias pequenas coisas: algumas correções de som, algumas drm e algumas outras aleatórias. Mesmo no caso drm, a adição de autoteste é maior que os patches principais do código, afirma Torvalds.

Mais detalhes sobre o Linux 5.3-rc8 na lista de discussão.

Linux 5.4 traz novo driver para ajudar os sistemas SGI

Os sistemas SGI voltando aos servidores SGI Origin a partir de duas décadas atrás terão melhor suporte ao kernel da linha principal com o próximo Linux 5.4.

O desenvolvedor do SUSE, Thomas Bogendoerfer, escreveu o driver One-Wire “w1” para fazer interface com esses dispositivos nos sistemas SGI. Existe o driver inicial e um driver de seguimento fornecido para os dispositivos Dallas/Maxim DS2501/DS2502/DS2505 via One-Wire.

Ambos os drivers estão na fila agora no char-misc-next para introdução com a próxima janela de mesclagem do Linux 5.4. Não parece que essa implementação seja usada em dispositivos fora da SGI.

O que você achou disso:?

Escrito por Claylson Martins

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão. Nas horas não muito vagas, professor, fotógrafo, apaixonado por rádio e natureza.

Lançado Manjaro 20.0.3 com Kernel 5.7

Manjaro vai contratar mantenedores em período integral

Lutris 0.5.3 lançado com a opção D9VK

Lutris 0.5.3 lançado com a opção D9VK