in

Linux 5.6-rc1 lançado

Participação de mercado do Linux aumentou novamente
A participação do Linux entre todos os sistemas operacionais de desktop cresceu de uma nova máxima de 2,87% em abril de 2020 para uma alta ainda maior de 3,17% em maio de 2020.

O desenvolvedor Linus Torvalds acabou de anunciar o Linux 5.6-rc1 como o primeiro kernel de teste do próximo Linux 5.6 que deve ficar pronto dentro de até dois meses, caso não haja imprevistos. Esta será uma grande atualização repleta de novidades.  A previsão de estreia do Kernel Linux 5.6 como estável é entre o final de março ou início de abril. O Linux 5.6-rc1 lançado vem com várias novidades já anteriormente relatadas.

Confira algumas características do Linux 5.6-rc1 lançado

O Linux 5.6 tem um pouco de tudo, desde o WireGuard ao USB4, a muitos novos recursos de hardware. Da mesma forma, existe o novo sistema de arquivos Zonefs, a aprimoramentos de segurança e muito mais. Logo abaixo há um resumo dos principais recursos que devem fazer parte do Kernel.

Embora, com base na contagem de consolidação, o Linux 5.6-rc1 esteja em um pouco menor: basicamente, o comprometimento é mais significativo desta vez, ao que parece. Um breve comentário de lançamento pode ser encontrado em lore.kernel.org.

Wireguard, principal novidade

Após anos de desenvolvimento do WireGuard, uma abordagem revolucionária está para estrear em relação às redes privadas virtuais (VPNs). Isto porque, como já informamos, a VPN Wireguard será incorporada ao kernel Linux. Agora, finalmente, o WireGuard está na árvore de códigos de Linus Torvald. Isso significa que o WireGuard deve aparecer na versão 5.6 do kernel Linux. Isso pode ser já em abril de 2020, mais ou menos na mesma época dos lançamentos de distribuições importantes como Fedora 32 e Ubuntu 20.04 LTS. 

Processadores/plataformas:

  • Continuação da incorporação das plataformas Intel Jasper Lake, Tiger Lake e Elkhart Lake, juntamente com algumas IDs PCI do Comet Lake ausentes em diferentes drivers.
  • Um novo driver de resfriamento da CPU.
  • Linux 5.6 tem suporte para o Amazon Echo.
  • Muitos outros novos SoCs e placas ARM são suportados.
  • Continuação da ativação do Intel Gateway SoC.
  • Suporte Ingenic X1000 SoC.
  • O suporte ao Intel MPX foi completamente removido.
  • Os laptops da ASUS com CPUs AMD Ryzen vão parar de superaquecer ou reduzir bastante o clock.
  • Memmove mais rápido () para Intel Ice Lake.
  • Várias melhorias no código x86.
  • Os primeiros pequenos bits do suporte da família AMD 19h (Zen 3).
  • O driver AMD k10temp finalmente começa a relatar tensão/corrente para CPUs Zen e inúmeras melhorias nos relatórios térmicos. Este é um grande passo à frente graças à comunidade, mas infelizmente esses bits de relatório de energia Zen/Zen2 levaram tanto tempo e ainda existem alguns mistérios.

Linux 5.6-rc1 lançado

Gráficos:

  • Suporte para NVIDIA GeForce RTX 2000 Turing com o driver Nouveau de código aberto que pode oferecer aceleração de hardware, mas ainda depende do firmware binário (a ser lançado) e ainda precisa ser feito alterações no NVC0 Gallium3D para suporte ao OpenGL.
  • Suporte AMD Pollock.
  • AMDGPU redefiniu o suporte para Renoir e Navi;
  • Melhorias gráficas Intel Gen11 e Gen12 contínuas.
  • Muitas outras alterações de driver DRM;
  • Melhorias no driver de mídia para SoCs Rockchip;

Linux 5.6-rc1 lançado

Sistemas de arquivos/armazenamento:

  • Suporte de DISCARD assíncrono para Btrfs para melhor eficiência/desempenho;
  • Suporte de compactação experimental para F2FS;
  • Correções de desempenho EXT4;
  • O sistema de arquivos Zonefs para dispositivos de bloco de zonas é um novo sistema de arquivos com o Linux 5.6;
  • O NFSD agora suporta cópias de servidor para servidor, com base no suporte de cliente NFS mesclado anteriormente para SSC;
  • O cliente NFS agora pode usar um cache se a conexão do servidor NFS for perdida;
  • Correções para NVMe e BFQ;
  • Melhorias de desempenho para FS-VERITY.

Fonte: Phoronix