linux-mint-com-cinnamon-abrira-aplicativos-mais-rapido

Lançada nesta segunda-feira a versão BETA do Linux Mint 19 “Tara” Cinnamon Edition. O anúncio está no Blog da Distribuição. Lá é possível acessar todass as informações sobre as principais mudanças desta versão, bem como acessar links para baixar ISOs em 32 e 64 bits. Saiba mais detalhes sobre o Linux Mint 19 Tara Cinnamon Edition.

O Linux Mint 19 será suportado até 2023. Ele vem com software atualizado, traz refinamentos e muitos novos recursos para tornar seu desktop ainda mais fácil de usar.

Novas características:

Timeshift

Embora tenha sido introduzido no Linux Mint 18.3 e backported para todos os lançamentos do Linux Mint, agora ele está mais destacado na atualização do Linux Mint. Graças ao Timeshift você pode voltar no tempo e restaurar seu computador para o último snapshot funcional do sistema.  A ideia é simplificar a manutenção do seu computador. Também é possível cancelar os efeitos da regressão e aplicar as atualizações seletivamente.

Gerenciador de atualização

O Gerenciador de Atualizações não promove mais a vigilância e atualizações seletivas. Ele depende do Timeshift para garantir a estabilidade do seu sistema e sugere a aplicação de todas as atualizações disponíveis.

Se não conseguir encontrar a configuração no Timeshift, ele mostrará um aviso:

As atualizações são classificadas por tipo, com prioridade para atualizações de segurança e de kernel. As atualizações originadas de repositórios de terceiros e/ou PPAs também foram contempladas com o recurso. Passar o cursor do mouse sobre essas atualizações mostra sua origem em uma dica de ferramenta.

Atualizações automáticas

O comando mintupdate-tool foi substituído por mintupdate-cli. Este novo comando não usa o dconf, oferece melhores opções e é mais fácil de usar em scripts e no terminal.

As atualizações do kernel dependem de meta-pacotes, em vez de instalar manualmente os pacotes do kernel. Isso facilita a remoção de kernels mais antigos usando o “apt autoremove”.

Suporte para kernels “lowlatency” foi adicionado.

O Gerenciador de Atualizações mudou para ícones simbólicos para melhor suportar temas escuros e fornece uma janela de atalhos de teclado em seu menu de ajuda.

Tela de boas vindas

O Linux Mint 19 vem com uma nova tela de boas vindas.

O novo layout torna mais fácil adicionar mais informações e orientá-lo nos primeiros passos. Além da tela de boas-vindas, a equipe do Linux Mint trabalhou na melhoria de sua documentação . Um guia de instalação, um guia de solução de problemas e um guia de tradução já estão disponíveis. Um guia de segurança e um guia do desenvolvedor também estão planejados.

Gerenciador de Software

O Gerenciador de Software foi renovado e ganhou o suporte do Flatpak no Linux Mint 18.3. Agora, ele recebeu muitas melhorias.

Na interface do usuário, o layout foi refinado e as animações de transição foram adicionadas. A navegação do teclado foi revisada e aprimorada. A pesquisa é mais rápida e agora você pode pesquisar em categorias.

Um cache interno foi desenvolvido para APT e Flatpak no Linux Mint. Esse cache fornece uma camada para que aplicativos como o Gerenciador de Software possam manipular APT e Flatpak da mesma maneira, sem se preocupar com suas diferenças. Esse cache pode ser  usado por outros aplicativos no futuro, como o menu ou o Update Manager.


Atividades de segundo plano no Gerenciador de software

O suporte foi adicionado para .flatpakref e .flatpakrepo, para que você possa clicar em botões na Web ou compartilhar arquivos de instalação do Flatpak para instalar facilmente aplicativos. Quando disponível, o Gerenciador de Software mostra o tamanho e a versão dos aplicativos Flatpak. As imagens antigas são limpas.

Cinnamon 3.8

Linux Mint 19 vem com o mais recente Cinnamon 3.8. Ele é considerado mais rápido e mais eficiente no lançamento de aplicativos e renderização de novas janelas. A equipe de desenvolvimento alega ter investigado o desempenho de Cinnamon e comparou com muitos outros.

Além disso, a equipe aproveitou a oportunidade para melhorar as animações das janelas. Embora não sejam responsáveis ??por qualquer atraso, também causam impacto no conforto e na percepção. As novas animações parecem mais limpas e, junto com as melhorias de desempenho, fazem com que o Cinnamon pareça mais melhor do que antes.

Melhorias de desempenho:

Graças a melhorias na libnemo-extension e à maneira como as views são renderizadas, o Nemo é mais rápido em mostrar o conteúdo do diretório. O Nemo não fica mais atrasado ao mover arquivos em dispositivos USB. Melhorias foram portadas do GNOME.

Nível de som máximo ajustável:

O volume máximo de som estava atualmente definido em 150%, com as configurações de som permitindo percorrer até 150%, enquanto o miniaplicativo de som e as teclas de mídia permitiam apenas um intervalo de 0 a 100%. O Cinnamon agora permite que você defina qual é o volume máximo de som, entre 0 e 150%, e todos os controles (sejam os ajustes de som, o applet ou as teclas de mídia) agora variam entre 0 e o valor máximo definido.

Pesquisa de arquivos:

A busca do Nemo foi simplificada e é mais fácil de usar.

Ao realizar uma pesquisa, você pode clicar no ícone de estrela para lembrá-lo. Clicar com o botão direito do mouse no ícone de estrela dá acesso às suas pesquisas salvas anteriormente.

Notificações:

As notificações são mais inteligentes. Agora eles têm um botão de fechamento e não desaparecem mais com o mouse. Para evitar spam de notificação, eles também são limitados em número por origem e desaparecem quando o aplicativo está focado, exceto para aplicativos específicos (Firefox, Chromium etc). As notificações agora também podem ser exibidas na parte inferior da tela.

Para uma visão geral dos novos recursos, visite: “ O que há de novo no Linux Mint 19 Cinnamon ”.

Para ler as notas de lançamento, visite: “ Notas de Lançamento para o Linux Mint 19 Cinnamon ”

Requisitos de sistema:

  • 1 GB de RAM (2 GB recomendado para um uso confortável).
  • 15 GB de espaço em disco (20 GB recomendado).
  • Resolução de 1024 × 768 (em resoluções mais baixas, pressione ALT para arrastar as janelas com o mouse se elas não couberem na tela).

Notas:

  • O ISO de 64 bits pode inicializar com BIOS ou UEFI.
  • O ISO de 32 bits só pode inicializar com o BIOS.
  • A ISO de 64 bits é recomendada para todos os computadores modernos (quase todos os computadores vendidos desde 2007 estão equipados com processadores de 64 bits).

Instruções de atualização:

  • Esta versão BETA pode conter bugs críticos. Assim, é recomendável utilizar apenas para fins de teste e para ajudar a equipe do Linux Mint a corrigir problemas antes do lançamento da versão estável.
  • Será possível atualizar deste BETA para a versão estável.
  • Também será possível atualizar do Linux Mint 18.3. As instruções de atualização serão publicadas após o lançamento estável do Linux Mint 19.
Visite https://github.com/linuxmint/Roadmap para acompanhar o progresso da equipe de desenvolvimento entre o BETA e a versão estável.
Claylson
Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.

Venda do Github deve ser anunciada nesta segunda-feira (04/06)

Previous article

4MLinux eQ4OS lançam novas versões

Next article

You may also like

More in Notícias