in

Logotipo do 6G é registrado pela Vivo Mobile na União Européia!

O sucessor da rede 5G já está em desenvolvimento. A Vivo se prepara e grava um logotipo 6G na Europa.

logotipo-a-rede-6g-ja-esta-sendo-criado-pela-vivo-na-europa

O 5G ainda não é uma realidade absoluta. Agora, imagine o 6G, pois é, a chinesa Vivo Mobile Communication já está pensando na próxima rede, e já registrou um logotipo do 6G no EUIPO,(Escritório de Propriedade Intelectual da União Europeia).

Já se sabia que a Vivo estava de olho no 6G. No mês passado, o NEX 3 foi lançado, um smartphone 5G. Ao mesmo tempo, o fabricante chinês de smartphones indicou que agora também está se concentrando na pesquisa 6G.

Embora a comercialização do 5G tenha acabado de começar, a empresa percebe que o futuro crescimento explosivo de dados e a aplicação mais ampla de tecnologias de IA acarretam uma nova onda de desafios de comunicação, afirmou o comunicado à imprensa.

Qual a velocidade em uma rede 6G?

Levará vários anos até que os primeiros smartphones 6G, fones de ouvido etc. sejam lançados. Embora o padrão 6G seja concluído apenas por volta de 2030, não é a primeira vez que o 6G é notícia.

A União Europeia, por exemplo, já anunciou em julho de 2017 que estava lançando o projeto Terranova, destinado ao sucessor do 5G. Essa rede se torna muito mais rápida, 1 Terabyte por segundo em vez de 1 Gigabyte por segundo com 5G, com latência praticamente zero ou sem atraso. Ideal para jogos, também para aplicativos de VR e AR. A inteligência artificial também terá um papel maior.

Espera-se que a Realidade Aumentada desempenhe um papel importante em nossas vidas diárias a essa altura. Também é chamada de era ‘pós-smartphone’, porque o smartphone como o conhecemos hoje ficará obsoleto nesse período.

Tudo poderá ser conectado, cada objeto recebe dados, graças à inteligência artificial. As interfaces de realidade aumentada aparecerão em todos os lugares, desaparecendo quando você não precisar mais delas.

A UE certamente não está na vanguarda do 6G. A China, mas também o Reino Unido, já começaram em 2015 a focar na rede 6G. Após a rede 5G, uma nova rede será lançada, a rede 5G +. Esse padrão estará disponível em alguns países a partir de 2020 e fornecerá melhor desempenho da Internet das Coisas, entre outras coisas.

Com informação do LetsGoDigital

Escrito por Emanuel Negromonte

Fundador do SempreUPdate. Acredita no poder do trabalho colaborativo, no GNU/Linux, Software livre e código aberto. É possível tornar tudo mais simples quando trabalhamos juntos, e tudo mais difícil quando nos separamos.