in

Mark Shuttleworth conta seus planos para o instalador do Ubuntu

Quem pensa que o Ubuntu parou no tempo em relação ao instalador, mesmo com as últimas novidades, saiba que errou feio! Mudanças à vista!

Mark Shuttleworth já publicou mais informações sobre as mudanças no instalador do Ubuntu. Segundo Mark, o instalador do Ubuntu chamado de “Ubiquity”, não teve muitas mudanças nos últimos 10 anos. É fato que o instalador do Ubuntu melhorou e mudou consideravelmente nos últimos anos, até porque a ideia é facilitar todo o processo de instalação do Ubuntu, em especial iniciantes ou pessoas que não querem utilizar tanto o Terminal.

Shuttleworth iniciou uma discussão na lista pública abordando o tema “Ubiquity NG ” (Ubiquity da próxima geração), e dentre os pensamentos dele podemos destacar os seguintes:

  • Verificar a possibilidade usar o instalador Curtin, que é considerado prático e direto. Inclusive na página do Curtin tem instruções de como usá-lo no Ubuntu.
  • Criar uma interface em HTML5 com base na plataforma MAAS da Canonical, tendo como base as interfaces HTML que são atualmente utilizadas para configuração de rede e armazenamento.
  • Usar o instalador Curtin. Curtin, na sua forma atual, é “contundente, breve, discreto e sem cerimônias”. O Curtin é usado pelo novo instalador do servidor Subiquity, bem como pela plataforma Canonical MAAS.
  • O Electron foi citado, ele ressalta que considera o Electron lento e com muita fome, neste caso, de recursos. E ao mesmo tempo, cita o Skype, Spotify e muitas outras aplicações que são aplicativos desenvolvidos no Electron, que para os mais antigos seria o Atom Shell. O Electron foi criado usando tecnologias como Node.js e Chromium e atualmente roda em ambiente de produção de vários projetos, como o próprio Atom editor e outros, como o Slack e o Visual Studio Code. Ele é um framework bem simples de trabalhar e de rápida configuração, para construção de pequenas e grandes aplicações desktop.
  • E por último, mas não menos importante, ele entrou nos Snaps, considerando que é uma forma incrível de obter mais aplicações e recursos diretamente da comunidade.

Note que as informações são na verdade uma mesclagem, digamos que teremos de tudo um pouco, mas nada concreto até o momento. A ideia certamente, deve ser mesclar HTML5, deve ser usado o Electron e usar o Curtin/MAAS existentes e também aproveitando Snaps como sua tecnologia de entrega de aplicativos preferida. Mark deve então remodelar todo o conceito de instalador que tem atualmente no Ubuntu, vamos aguardar maiores informações e caso você tenha interesse, pode acessar a lista pública do Ubuntu clicando no botão abaixo e assim, acompanhar toda discussão sobre o tema.

Discussão sobre o instalar Ubuntu da próxima geração

Escrito por Emanuel Negromonte

Fundador do SempreUPdate. Acredita no poder do trabalho colaborativo, no GNU/Linux, Software livre e código aberto. É possível tornar tudo mais simples quando trabalhamos juntos, e tudo mais difícil quando nos separamos.

mac-os-x-10-4-e-executado-com-sucesso-no-reactos-utilizando-o-pearpc-emulator-2018

Mac OS X 10.4 é executado com sucesso no ReactOS utilizando o PearPC Emulator

Cosmic Cuttlefish é o nome do Ubuntu 18.10