in

Microsoft Defender ATP é lançado para Linux e Android

Aplicativo funciona para evitar ataques hackers.

Coronavírus aumentou o valor das empresas de jogos
A Microsoft é a terceira maior empresa de videogames.

A Microsoft acaba de surpreender mais uma vez e o Defender ATP é lançado para Linux e Android. Portanto, o aplicativo deixa de ser exclusivo do Windows e está disponível para praticamente qualquer usuário. A partir de hoje, os clientes do antivírus comercial da Microsoft – ATP (Defender Advanced Threat Protection) – podem instalar uma primeira versão Android do produto.

Ele é chamado “Microsoft Defender ATP para Android”. Chegou a ser anunciado na conferência de segurança da RSA em fevereiro deste ano e agora está disponível em uma primeira prévia pública hoje. Sendo assim, as empresas que contrataram a proteção Microsoft Defender ATP têm uma nova opção em seu painel, onde podem ativar o recurso e implantar um aplicativo Android nos dispositivos dos funcionários.

Esse novo aplicativo Android funcionará como um produto antivírus móvel clássico que pode verificar aplicativos maliciosos e outros malwares no telefone, detectar sites maliciosos e de phishing enquanto o usuário estiver navegando na Web e impedir que os usuários acessem determinados sites com base em um bloqueio predefinido.

Microsoft Defender ATP é lançado para Linux e Android
Imagem: Microsoft

Para Android

A Microsoft diz que o aplicativo Defender ATP para Android também vem com recursos ocultos, cortesia de sua integração nas plataformas maiores e mais complexas do Defender ATP, Intune e Configuration Manager. O aplicativo protege a rede de uma empresa, permitindo que a equipe de TI bloqueie os smartphones Android fora da rede corporativa ou impeça os usuários de acessar aplicativos corporativos.

Quando o Microsoft Defender ATP para Android descobrir que um dispositivo possui aplicativos mal-intencionados, ele o classificará como ‘alto risco’ e o sinalizará no Microsoft Defender Security Center, informa hoje Kanishka Srivastava, gerente sênior de programas da Microsoft. 

Usando conjuntos de regras predefinidas, Srivastava diz que a equipe de segurança de uma empresa pode impedir que qualquer dispositivo adicionado à lista de “alto risco” acesse os recursos da empresa, como o servidor Outlook ou as contas do OneDrive.

defender-android-screens-blocking.png
Imagem: Microsoft

 

Microsoft Defender ATP é lançado para Linux e Android

Microsoft Defender ATP é lançado para Linux e Android

A Microsoft espera que esse recurso impeça que os dispositivos Android comprometidos sirvam de ponto de entrada para hackers acessarem dados corporativos. Além disso, semelhante à versão do Defender ATP para Windows, todas as detecções de eventos suspeitos também serão registradas. Do mesmo modo, são enviadas de volta ao Microsoft Defender Security Center de cada cliente. A equipe de TI pode tomar decisões importantes. Isso inclui descartar o alerta, bloquear o dispositivo para fora da rede da empresa e iniciar um procedimento mais completo de resposta a incidentes.

Atualmente, o Microsoft Defender ATP está disponível para dispositivos Windows, Mac e Linux. O cliente Linux ficou disponível hoje cedo. A Microsoft lançou um cliente Linux em pré-visualização pública em fevereiro, quando também anunciou pré-visualizações públicas para Android e iOS. Enquanto o aplicativo Android entrou na pré-visualização pública hoje, a Microsoft disse que a prévia do iOS ainda está chegando, agendada para “ainda este ano”.

Informações adicionais sobre a visualização pública do Microsoft Defender ATP para Android estão disponíveis na página de documentação oficial da Microsoft.

Escrito por Claylson Martins

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão. Nas horas não muito vagas, professor, fotógrafo, apaixonado por rádio e natureza.