in

Microsoft promove desenvolvimento do Linux no WSL com Visual Studio Code Remote.

A Microsoft está promovendo o uso do WSL.

Microsoft promove desenvolvimento do Linux no WSL com Visual Studio Code Remote

A Microsoft promove desenvolvimento do Linux no WSL com Visual Studio Code Remote. Não é um recurso particularmente novo. Porém, recentemente a Microsoft começou a promover um fluxo de trabalho para os desenvolvedores incentivando-os a usar o Windows 10. A ideia é convencê-los para fazer o desenvolvimento do Linux aproveitando o Windows Subsystem para Linux (WSL) e o Visual Studio Code Remote.

Como a Microsoft promove desenvolvimento do Linux no WSL com Visual Studio Code Remote

Microsoft promove desenvolvimento do Linux no WSL com Visual Studio Code Remote

O Visual Studio Code, seu IDE leve, possui uma extensão “VS Code Remote”. Portanto, isso vaira permitir que WSL/containers/remote-systems sejam usados ??para execução. Assim, a partir dos limites de sua área de trabalho do Windows 10, você pode desenvolver/testar o código Linux no sistema sob o WSL.

Ao usar o VS Code Remote no WSL, os comandos e as extensões são executados diretamente na distribuição do Linux, portanto, você não precisa se preocupar com problemas de pathing, compatibilidade binária ou outros desafios de sistema operacional. Você pode usar o VS Code no WSL, assim como faria no Windows. O VS Code Remote e o WSL são modificadores de jogo quando se trata de desenvolvimento com o Linux no Windows. Essas ferramentas permitem desenvolver, executar e depurar vários aplicativos Linux diretamente em sua máquina Windows, oferecendo o melhor de um ambiente Windows e Linux.

Será que vale a pena?

Não soa particularmente atraente, a menos que você esteja limitado a usar o Windows. Se assim for, você pode saber mais através do seu blog de desenvolvimento do início desta semana e do vídeo recente lançado no YouTube. Também há ainda as limitações de E/S da WSL. Da mesma forma, poderão ser notadas lentidões da CPU da WSL2 em geral.

Vale a pena ou não? O que você acha do fluxo de trabalho do WSL e do VS Code Remote? Dê sua opinião em nosso grupo do Telegram.

Escrito por Claylson Martins

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.

Como as redes sociais são usadas para influenciar votos

Facebook, Instagram e WhatsApp não explicam falhas

Wine e Wine Staging 4.13 liberados

Wine e Wine-Staging 4.12 são lançados