in

O Pixel 6 será movido pelo novo chip “Whitechapel”

O Pixel 6 pode usar o novo chip feito pelo Google em vez do processador Qualcomm

o-pixel-6-sera-movido-pelo-novo-chip-whitechapel
Imagem: TecMundo

O Google vai lançar um chip de smartphone personalizado ainda em 2021, o que se presume que ele será lançado junto com o Pixel 6. E, um relatório aponta exatamente isso: o Pixel 6 será movido pelo novo chip do Google, o “Whitechapel”.

- Anúncios -
o-pixel-6-sera-movido-pelo-novo-chip-whitechapel
Imagem: Pocket-lint

Especula-se que a empresa poderia estar desenvolvendo seu próprio sistema personalizado em um chip (SoC), e este ano pode finalmente ser quando estreia. O 9to5Google afirmou, inclusive, que os próximos telefones do Google, incluindo o suposto Pixel 6, estarão entre os primeiros dispositivos a rodar no chip Whitechapel “GS101”.

Durante uma chamada de lucros há alguns meses, o CEO do Google, Sundar Pichai, provocou “alguns investimentos mais profundos em hardware” e que havia um “roteiro fantástico pela frente” em 2021. Muitos interpretaram isso como uma confirmação de que o Google estaria desenvolvendo seus próprios processadores, um esforço de codinome “Whitechapel.”

Com o primeiro boato no início de 2020, Whitechapel é um esforço da parte do Google para criar seus próprios sistemas em um chip (SoCs) para serem usados em telefones Pixel e Chromebooks, semelhante à forma como a Apple usa seus próprios chips no iPhone e Mac. O Google estaria co-desenvolvendo o Whitechapel com a Samsung, cujos chips Exynos rivalizam com os processadores Snapdragon no Android.

O Pixel 6 virá com o “Whitechapel” do Google

Por esse relatório, o Google estaria pronto para lançar dispositivos com chips Whitechapel já em 2021. De acordo com a documentação visualizada pelo 9to5Google, os telefones Pixel que serão lançados em breve serão de fato alimentados pelo chipset Whitechapel do Google.

No documento, Whitechapel é usado em conexão com o codinome “Slider”. O 9to5Google acredita que o Slider é uma plataforma compartilhada para o primeiro Whitechapel SoC. Internamente, o Google se refere a este chip como “GS101”, com “GS” sendo potencialmente a abreviação de “Google Silicon”, aponta o site.

Além disso, o 9to5Google descobriu que o codinome também está diretamente conectado à Samsung, incluindo referências ao Samsung Exynos. A partir das referências, parece que Whitechapel está sendo desenvolvido com a divisão de integração em larga escala de sistemas (SLSI) da Samsung Semiconductor, o que significa que os chips do Google terão alguns pontos em comum com o Samsung Exynos, incluindo componentes de software, por exemplo.

Os primeiros telefones a serem construídos nesta plataforma “Slider” são “Raven” e “Oriole”, dois codinomes de Pixel que o site vazou no ano passado. Assim, provavelmente um deles é o suposto Pixel 6 e, o outro não se sabe qual nome receberá.

Dessa forma, com base nesse relatório, os telefones Pixels que serão lançados ainda este ano, não virão com chips fabricados pela Qualcomm. Ou seja, serão construídos na própria plataforma de hardware Whitechapel do Google com a assistência da Samsung. Apesar de O Google não confirmar nada.

Com informações de: 9to5Google

Written by Jardeson Márcio

Jardeson é Mestre em Tecnologia Agroalimentar e Licenciado em Ciências Agrária pela Universidade Federal da Paraíba. Entusiasta no mundo tecnológico, gosta de arquitetura e design gráfico. Economia, tecnologia e atualidade são focos de suas leituras diárias.
Acredita que seu dia pode ser salvo por um vídeo engraçado.

NCDU verifica o uso do espaço em disco no LINUX/UNIX

oppo-a74-especificacoes-e-design-revelados

OPPO A74: Especificações e design revelados