OBS Studio 30 Chega com Suporte para Intel QSV H264, HEVC e AV1 no Linux

Emanuel Negromonte
2 minutos de leitura

O OBS Studio 30, um software de código aberto poderoso para gravação de vídeo e transmissão ao vivo, foi lançado com várias melhorias e novos recursos. Uma das adições mais notáveis é o suporte para Intel QSV H264, HEVC e AV1 no Linux, permitindo aos usuários do Linux aproveitar esses codecs de vídeo populares para suas transmissões e gravações.

Além disso, o OBS Studio 30 introduz o WHIP/WebRTC output, que substitui o protocolo FTL. Este novo recurso está programado para ser totalmente implementado em um lançamento após maio de 2024. Este novo recurso permite aos usuários desfrutar de transmissões mais rápidas e confiáveis com maior estabilidade e menor latência.

Outra mudança significativa é a barra de status redesenhada. A nova barra de status é mais organizada e estruturada, fornecendo aos usuários as mesmas informações de antes, mas em um formato mais amigável ao usuário. Os ícones agora são mais representativos e reconhecíveis, facilitando a navegação e compreensão dos usuários.

O OBS Studio 30 também inclui uma opção para Docks de Altura Total no menu “Docks”. Quando ativado, um dock como o chat pode ocupar toda a altura da janela do OBS. Além disso, o novo cache de shader melhora significativamente o tempo de inicialização do OBS no Windows.

Os usuários do MacOS apreciarão a nova capacidade de capturar áudio do aplicativo. Enquanto isso, o novo “Modo Seguro” permite aos usuários executar o OBS sem plugins de terceiros, scripts e websockets. Este modo é útil para fins de solução de problemas e pode ser facilmente ativado através do menu “Ajuda”.

Com o OBS Studio 30, os usuários podem esperar uma experiência de transmissão e gravação de vídeo mais eficiente e personalizável. A adição de suporte para Intel QSV H264, HEVC e AV1 no Linux é um grande passo em frente para a comunidade Linux, permitindo-lhes tirar o máximo proveito deste software de gravação de vídeo e transmissão ao vivo de código aberto.

Share This Article
Follow:
Fundador do SempreUPdate. Acredita no poder do trabalho colaborativo, no GNU/Linux, Software livre e código aberto. É possível tornar tudo mais simples quando trabalhamos juntos, e tudo mais difícil quando nos separamos.