Categorias

o-android-13-tem-codinome-interno-vazado-a-aposta-agora-e-a-sobremesa-tiramisu

Android

Games

Notícias

Tutoriais

youtube-duplica-a-acessibilidade-com-novos-recursos

Vídeos

Notícias

02/09/2021 às 17:00

6 min leitura

Avatar Autor
Por Claylson Martins

Placas de Raspberry Pi agora são recicladas no mesmo local de fabricação

O distribuidor Raspberry Pi OKdo lançou o primeiro esquema de reciclagem de placas Raspberry Pi.

Placas de Raspberry Pi agora são recicladas no mesmo local de fabricação
Rate this post

Se você está acumulando várias placas de Raspberry Pi antigas e sem uso em suas gavetas, que tal realizar uma reciclagem? É que agora é possível reciclar seus dispositivos e até mesmo ser recompensados ??por isso com um voucher para sua próxima compra relacionada ao Pi.  

O Raspberry Pi 3 Modelo B, o Pi 3 Modelo B + e o Pi 4 são todos elegíveis para reciclagem. Os dispositivos podem ser enviados pelos seus proprietários para serem testados, recondicionados e reembalados, antes de serem vendidos novamente a um preço inferior às placas novas, com garantia de 12 meses. 

A iniciativa foi anunciada em julho e agora foi lançada oficialmente, de acordo com uma nova postagem no blog  publicada por Ashley Whittaker do Raspberry Pi. 

A OKdo fez parceria com a Sony, que fabrica a maioria das placas Raspberry Pi em seu Centro de Tecnologia no País de Gales, e para onde as placas não utilizadas serão enviadas para reforma. 

Qualquer dispositivo enviado por meio do esquema será testado de acordo com os padrões originais do Raspberry Pi na fábrica da Sony, de acordo com OKdo, antes de ser renovado e reembalado com materiais ecológicos. O hardware recondicionado será claramente identificado como tal quando for revendido. 

As placas que não podem ser renovadas ainda serão processadas no Centro de Tecnologia para minimizar o desperdício. 

Mais de 40 milhões de computadores Raspberry Pi foram vendidos desde 2012, e a grande maioria deles continua funcionando, mesmo depois que seus proprietários atualizaram para versões mais recentes, disse Eben Upton, CEO da Raspberry Pi. A reutilização gerenciada dessas unidades excedentes fornece um caminho para reduzir ainda mais nossa pegada ambiental, e damos as boas-vindas a esta nova iniciativa da OKdo e da Sony.

Placas de Raspberry Pi agora são recicladas no mesmo local de fabricação

Placas de Raspberry Pi agora são recicladas no mesmo local de fabricação

Embora a Sony tenha sido originalmente incumbida de produzir 10.000 placas por ano, a demanda cresceu rapidamente e o Centro de Tecnologia agora fabrica mais de 15.000 produtos Pi por dia em 10 produtos diferentes. Os painéis são tão populares entre crianças em idade escolar quanto entre desenvolvedores qualificados, o que significa, inevitavelmente, que muitos usuários provavelmente terão painéis mais antigos acumulando poeira. 

A OKdo recomenda que os usuários, depois de verificarem que seu modelo de Raspberry Pi pode ser reciclado e não está danificado, retirem o cartão de memória, que pode conter dados pessoais e não será reciclado.  

Os usuários podem então se cadastrar no programa, chamado OKdo Renew, para receber um e-mail com instruções sobre como imprimir uma etiqueta de postagem pré-paga, antes de enviar o dispositivo em um envelope protegido.

Em troca, os usuários receberão um código de desconto para obter uma redução de £ 10 ($ 13) em seu próximo pedido acima de £ 15 ($ 20) em OKdo.com, seja para atualizar para a placa mais recente ou para comprar acessórios. 

OKdo Renew é o primeiro esquema para reciclar placas de Raspberry Pi pré-amadas e, por enquanto, está disponível apenas no Reino Unido. A fabricante, no entanto, deixou claro que planeja tornar o esquema global ainda este ano. 

“O esquema terá como objetivo iniciar a reciclagem de uma proporção dos 40 milhões de Raspberry Pi em circulação hoje que são pré-amados, mas não são mais usados”, disse Richard Curtin, vice-presidente sênior de tecnologia da OKdo. “Inicialmente, este serviço está sendo implementado em todo o Reino Unido, mas temos planos de expandi-lo globalmente até o final de 2021.” 

Via ZDNet

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão. Nas horas não muito vagas, professor, fotógrafo, apaixonado por rádio e natureza.

Rate this post

Últimos artigos

Newsletter

Receba nossas atualizações!

Newsletter

Receba nossas atualizações!
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.