in

Purism melhora privacidade de dispositivos Linux com acesso privado a VPN

O Purism torna-se o primeiro parceiro OEM do Private Internet Access.

purism-melhora-privacidade-de-dispositivos-linux-com-acesso-privado-a-vpn

A Purism anunciou que se associou com o Private Internet Access (PIA). Ela é a empresa por trás dos laptops Librem e os futuros telefones Librem 5 Linux. Assim, vai implementar uma solução VPN por padrão em seus dispositivos. Conhecida por suas soluções de rede privada virtual anônima suportando várias tecnologias VPN. É o caso da OpenVPN, PPTP, L2TP/IPsec e SOCKS5. PIA é  padrão ouro das VPNs. Então, a Purism acaba de se tornar sua primeira parceira OEM ao oferecer a VPN PIA em todos os seus dispositivos por padrão.

A PIA é o padrão de ouro das VPNs. Estamos entusiasmados por trabalhar com uma empresa tão intimamente alinhada à nossa ética, disse Todd Weaver, fundador e CEO da Purism. A PIA tem mantido o compromisso de proteger os dados do usuário. […] Nossa parceria com eles é uma grande vitória para os usuários que não querem sacrificar a conveniência ou a liberdade nos produtos que usam.

Integração total

purism-melhora-privacidade-de-dispositivos-linux-com-acesso-privado-a-vpn

A Purism planeja integrar os serviços VPN do Private Internet Access por padrão no sistema operacional PureOS baseado no Debian. Ele é fornecido pré-instalado com os laptops Librem 13 e Librem 15. É claro que a empresa também pretende adicionar uma solução VPN similar no telefone Librem 5 focado em privacidade, que deve chegar às lojas no terceiro trimestre de 2019.

Purism e PIA para trazer ferramentas livres de rastreamento e criptografadas para usuários do Linux

Com essa parceria, tanto a Purism quanto o Private Internet Access esperam trazer uma combinação sem precedentes de ferramentas livres de rastreamento e criptografadas. Além disso, virá com serviços relacionados aos usuários do Linux que compram ou já possuem os laptops Librem. Assim, adicionará mais uma camada de proteção de privacidade robusta além das inúmeras camadas de privacidade e segurança do Purism.

A empresa já possui integração TPM com Heads e a Librem Key da Purism para criptografia física. Também usa Nextcloud para gerenciamento seguro de documentos e Matrix para bate-papo seguro. O PIA é um patrocinador do Software Freedom Conservancy e Electronic Frontier Foundation (EFF). Além disso, seu serviço VPN não registra dados do usuário.

Fonte

Escrito por Claylson

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.

w3af-framework-para-explorar-falhas-aplicacoes-web

Conheça o w3af um framework criado para detectar e explorar falhas que existem em aplicações Web!

como-gerar-bando-de-dados-com-o-slocate-no-linux

Como gerar banco de dados com o slocate (Secure Locate) no Linux!