in

Qt Creator 4.9 lançado

A nova versão vem com suporte ao protocolo de servidor de linguagens expandido.

qt-creator-4-9-lancado

A Qt Company divulgou o Qt Creator 4.9, a mais recente atualização de recursos para seu ambiente de desenvolvimento integrado, focado no suporte a Qt / C ++. Então, agora se expande para suportar mais linguagens de programação através do suporte a LSP (Language Server Protocol).

As novidades

O suporte ao protocolo do servidor de idiomas foi introduzido no Qt Creator 4.8 para permitir que mais linguagens de programação sejam facilmente suportadas pelo Qt Creator, alavancando este padrão. Assim, torna mais fácil para os IDEs e outras ferramentas de programação terem um formato de troca para suporte a linguagens de programação genéricas. Com o Qt Creator 4.9, o suporte LSP foi estendido para suportar mais operações.

Enquanto isso, o suporte C ++ foi estendido especificamente graças a melhorias em suas ferramentas de analisador baseadas em Clang e outras melhorias. O suporte ao Qt QML também foi atualizado com o uso do analisador QML do Qt 5.12 LTS, que inclui suporte ao ECMAScript 7.

Novo no Qt Creator 4.7 é o suporte para perfis de desempenho usando o subsistema “Perf” do kernel Linux para abrir novas possibilidades. Mais detalhes sobre esses novos recursos e outras mudanças podem ser encontrados no blog do Qt.

Clang inverte suporte de módulos com o comutador C ++ 2A

LLVM -

Com os módulos sendo um recurso aceito pelo C ++ 20, o compilador Clang do LLVM agora ativou a funcionalidade ao tocar no suporte experimental do compilador através do switch de compilador std = c ++ 2a.

O compilador LLVM Clang já ofereceu suporte a módulos experimentais, porém exigiu a opção de compilador -fmodules-ts para ativar a funcionalidade. Com os módulos agora oficialmente aprovados para C ++ 20, a funcionalidade também estará disponível ao usar o switch padrão -std = c ++ 2a

Os módulos C ++ são a nova alternativa aos arquivos de cabeçalho C ++ destinados a oferecer melhor escalabilidade em tempo de compilação e comportamento mais simples / simplificado para bibliotecas de software do que os arquivos de cabeçalho convencionais com uma bagunça de pré-processamento que vem com ele.

A partir deste fim de semana, o Clang ativou o suporte a módulos quando o C ++ 2A é especificado como o padrão C ++ a ser usado para compilação. Esta é uma mudança para ser encontrada com o Clang 9.0.

Aqueles que desejam aprender mais sobre o suporte da Clang para este grande recurso e a funcionalidade dos módulos C ++ em geral podem aprender mais através da documentação do LLVM / Clang.

Fonte

Escrito por Claylson

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.

centos-comemora-seu-15o-aniversario

CentOS comemora o 15º aniversário

Como extrair textos ou imagens com o pdfimages

Como extrair textos ou imagens com o pdfimages no Linux!