in

Realidade virtual em tempos de quarentena

Uma nova plataforma foi criada por empresário.

Em tempos de isolamento social, a tecnologia tem sido uma importante aliada. Ela permite a realização de reuniões, treinamentos, aulas e muitas outras coisas sem precisar sair do conforto e segurança do lar. Agora, um empresário resolveu inovar e  criou uma plataforma de realidade virtual para ser usada  em tempos de quarentena. Com ela, é possível, por exemplo, fazer visitas a imóveis de modo totalmente imersivo.

A ideia é do empresário Fabio Costa, CEO da Agência Casa Mais e permite, entre outras coisas, fazer uma visita virtual em um imóvel decorado, participar de uma reunião estando em casa, ter um treinamento corporativo sem precisar estar lá ou, ainda, ter aulas online como se estivesse dentro de cada um desses ambientes. O projeto tem o sugestivo nome de REUNI.

Realidade virtual em tempos de quarentena

A plataforma REUNI foi desenvolvida para facilitar esses encontros cada vez mais virtuais, sejam profissionais ou pessoais. Atualmente, a plataforma está direcionada para quatro frentes de trabalho: reuniões, imóveis decorados, aulas educacionais e treinamentos.

Segundo Costa, o projeto começa na criação do ambiente, que pode ser em 3D ou criado a partir de fotos ou vídeos em 360°. Eles podem, inclusive, ser feitos pela equipe da Agência. Depois disso, são inseridas as ferramentas virtuais que são interativas e viabilizam os resultados esperados.

Nós desenvolvemos uma plataforma intuitiva e de fácil navegação, na qual todos os usuários ficam totalmente imersos em um ambiente de Realidade Virtual, ressalta.

Como funciona

Realidade virtual em tempos de quarentena

 

Após a elaboração do ambiente virtual, já com todas as funcionalidades solicitadas pelo cliente e com todos os testes feitos, a equipe instala o projeto em um óculos de realidade virtual, que é enviado para o mediador da reunião.

Essa pessoa recebe, além de um tutorial, toda a atenção da equipe REUNI, para sanar dúvidas e para utilizar todas as funcionalidades do plataforma, afirma o CEO.

Segundo ele, a experiência de imersão é muito mais interessante com os óculos, mas fica a critério do mediador acessar a plataforma sem o acessório, e sim instalando a plataforma.

Já para os demais participantes, a equipe do REUNI envia um link para download e instalação do software. Depois da instalação, em um Mac ou PC, o usuário precisa apenas escolher uma cor para o seu avatar em 3D e inserir o seu nome.

Dentro do ambiente virtual, ele pode se comunicar utilizando a sua voz – por meio do sistema de áudio 3D – ou via chat escrito, sempre movimentando o mouse para olhar para os outros avatares, para o mediador e para o ambiente, também com visão 360°. Caso o usuário não queira acessar via software, ele pode entrar acessando o site da plataforma com login e senha.

Web Conferências

Realidade virtual em tempos de quarentena

Quando criamos a plataforma, entendemos que o ponto de atenção principal era fazer com que as Web Conferências proporcionem o mesmo resultado das reuniões presenciais. Para conseguirmos isso, pensamos em diversas ferramentas, como telas virtuais interativas (de televisores e telões, por exemplo), conversa via chat, blocos de notas, computadores ou tablets virtuais dentro do cenário 3D, entre outras soluções, diz Costa.

Realidade virtual em tempos de quarentena

Além dessas ferramentas, outro destaque é para o sistema de áudio 3D, que permite que os usuários entendam de qual lado vêm o som e as vozes, o que faz com que a experiência seja ainda mais lúdica e imersiva, favorecendo a concentração dos participantes. Outra funcionalidade interessante é a de gravação em vídeo, com áudio, de toda a reunião, para consulta posterior