in

Repositório de complemento do Kodi é bloqueado no GitHub

A exemplo do PopCorn Time, acusaão é de pirataria de conteúdo

Repositório de complemento do Kodi é bloqueado no GitHub

Usuários de programas que permitem assistir a conteúdos on-line advindos de TV, séries ou filmes não estão com os fáceis. Depois de bloqueio do repositório do Popcorn Time, o GitHub é obrigado a deixar bloqueado um complemento do Kodi. No caso do Popcorn, o bloqueio ocorreu após reclamação da Motion Picture Association, Inc. (MPA), que representa os interesses dos principais estúdios de televisão dos EUA e que possui direitos exclusivos para exibir muitos filmes e programas de televisão.

- Anúncios -

Ao que parece, o MPA é contra todos os softwares que permitem a exibição de conteúdo que está sob propriedade intelectual. Assim, o órgão acaba de se unir à Amazon e exigiu que o GitHub bloqueie a conta de usuário MrBlamo6969. Esta conta é responsável pelo repositório Blamo e pelo complemento “Chocolate Salty Balls”, que são usadas no Kodi Media Center.

Diante dessa reclamação, o pessoal do GitHub agiu, mas não bloqueou completamente a conta, mas apenas o repositório Blamo.

Repositório de complemento do Kodi é bloqueado no GitHub

Repositório de complemento do Kodi é bloqueado no GitHub

O plug-in Chocolate Salty Balls permite que os usuários do Kodi assistam a programas de comédia. Além dele, há muitos plug-ins populares foram distribuídos pelo repositório Blamo, incluindo Neptune Rising e Placenta, para assistir filmes e programas de televisão.

Representamos a Motion Picture Association, a Motion Picture Association – Canadá, seus membros e a Amazon Content Services LLC, em certos assuntos de propriedade intelectual.

Solicitamos que o GitHub, Inc. (“GitHub”) suspenda a conta github.com/MrBlamo6969. A conta é usada pelo seu operador para se envolver em atos contínuos de violação de direitos autorais, violando uma ordem do Tribunal Federal (Canadá) emitida em 15 de janeiro de 2019.

Note-se que esse bloqueio não foi realizado devido ao recebimento recente da reclamação, uma vez que existe um histórico por trás das tentativas de bloqueio de “Blamo”, que foram feitas desde 2018 e em janeiro de 2019 onde a MPA tomou uma decisão no Tribunal Federal do Canadá por suspender a conta do repositório anexada, acusada de cometer ações que contribuem para a violação de direitos autorais.

Outros pedidos atendidos

Repositório de complemento do Kodi é bloqueado no GitHub

A MPA enviou pedidos ao réu para cumprir a ordem judicial que instruiu o Sr.Blamo a interromper a publicação, distribuição e promoção de plugins e repositórios por violação de direitos autorais do Kodi. A última solicitação foi enviada em 19 de dezembro de 2019, mas foi ignorada; portanto, o MPA enviou uma solicitação ao GitHub, mas foi parcialmente atendida até o momento. Assim, o repositório está bloqueado, mas a conta ainda está ativa.

Além desse bloqueio que o pessoal do GitHub fez, também foram divulgadas informações de que o repositório do programa RDP Wrapper Library foi bloqueado, pois foi mencionada uma violação dos termos de uso do serviço.

A Biblioteca de wrapper do RDP permite ativar um driver de servidor desabilitado, mas realmente presente, para Windows, para o protocolo RDP (Remote Desktop Host). Também remove a restrição de conectar vários clientes ao mesmo computador ao mesmo tempo, violando o contrato da licença do Windows Home.

Parece que desde que a Microsoft assumiu as rédeas do GitHub, as coisas mudaram porque agora as solicitações de bloqueio que o MPA emitiu foram realizadas em questão de dias. Portanto, isso pode ser um alerta para os desenvolvedores, independentemente do tipo dos aplicativos.

Por fim, se você quiser saber mais sobre as ações executadas pelo MPA, verifique os detalhes no link a seguir.

Via Desde Linux

Written by Claylson Martins

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão. Nas horas não muito vagas, professor, fotógrafo, apaixonado por rádio e natureza.

o-que-luks2-fedora-linux

O que é o LUKS2 presente no Fedora!

Conheça as 10 principais vulnerabilidades mais exploradas nos últimos 3 anos

Conheça as 10 principais vulnerabilidades mais exploradas nos últimos 3 anos