in

Satélites IoT podem se tornar uma realidade

Veja como satélites IoT podem se tornar uma realidade à medida que a Internet das Coisas avança para mais áreas da nossa vida.

Satélites IoT podem se tornar uma realidade

Quando pensamos em gadgets IoT (Internet of Things – Internet das Coisas), nós geralmente pensamos em dispositivos que temos pela casa. Mas, que tal enviá-los ao espaço? Existe alguma possibilidade de colocar dispositivos IoT em órbita? Se sim, o que os gadgets alcançariam lá em cima?

Como o espaço se beneficia com a IoT

Um empreendimento promissor é satélites baseados em IoT. Estes são muito diferentes dos que você provavelmente está imaginando agora! Em vez de um grande corpo com “asas” de ambos os lados, imagine algo tão pequeno como um selo postal.

Esses satélites minúsculos, devido ao seu tamanho pequeno, não podem realizar grandes feitos. O melhor que eles conseguem fazer é agir como um sensor para monitorar a Terra desde suas órbitas. Sua escala não é muito empolgante, mas as perspectivas sim.

Por exemplo, seu pequeno tamanho significa que eles custam muito pouco. Por impressionantes $100, você também pode possuir um satélite. Isso torna colocar satélites em órbita muito menos caro do que um modelo completo como os atuais.

Além disso, esses sensores minúsculos não trabalham apenas como se fossem um. Seu design de IoT permite que eles trabalhem juntos ao coletar dados e transmiti-los de volta para casa. Dessa forma, se esse design de satélite decolar, nós devemos ver menos satélites grandes e mais redes de satélites minúculos.

Zac Manchester, professor assistente na Universidade de Stanford, diz:

Isso é como a revolução do PC para o espaço. Do mesmo modo, nós mostramos a possibilidade de enxames de satélites minúsculos e baratos um dia realizar tarefas que hoje são feitas por satélites grandes e mais caros, tornando acessível para praticamente qualquer pessoa colocar instrumentos em órbita.

O que isso significa para o futuro?

Por exemplo, esses satélites altamente acessíveis podem permitir que mais empresas do que nunca coloquem dispositivos no espaço. Sem o pesado custo e logística por trás de um satélite moderno em órbita, mais pessoas do que nunca podem ter uma presença no espaço. Até mesmo amadores entusiastas podem ser capazes de colocar dispositivos em órbita!

Satélites IoT podem se tornar uma realidade
Satélites IoT podem se tornar uma realidade no futuro próximo! Imagem: Reprodução / IoT Tech Trends.

Isso também sgnifica que, com sorte, nós devemos ver uma melhoria em vários serviços que dependem de sensores em satélites. Informação metereológica, por exemplo, pode ser capaz de se beneficiar de ter uma ampla rede de satélites IoT enviando os dados da atual situação climática de volta para casa.

Não tão fácil como 1+1

Então, por que não sair correndo, comprar um satélite e lançá-lo em órbita logo? A resposta é que essa nova tecnologia chamou a atenção dos reguladores. Eles não estão tão empolgados com a ideia de que qualquer um lançando satélites.

A Comissão de Comunicações Federal nos Estados Unidos afirmou que as pessoas têm que primeiro adquirir uma permissão com eles antes que elas possam lançar quaisquer satélites. Uma empresa tentou fazer isso sem o sinal verde e foi multada em $900.000 como consequência!

Internet das Coisas interestelar

Nós estamos tão apaixonados com os dispositivos IoT em nossas casas que raramente pensamos em como isso afeta como abordamos o espaço. Com esses novos satélites IoT, os efeitos dessa nova fronteira da tecnologia podem ser vistos em órbita mais rápido do que você possa imaginar!

Afinal, você acha que esses satélites IoT de $100 vão pegar?

Não deixe de compartilhar!

Fonte: IoT Tech Trends

Leia também: Automação doméstica está crescendo junto com a IoT

Escrito por Leonardo Santana

Astrônomo amador e eletrotécnico. Apaixonado por TI desde o século passado.

Quando a IA fica mais inteligente do que nós

Quando a IA fica mais inteligente do que nós

A indústria de videogame é líder em segurança

A indústria de videogame é uma líder em segurança