in

Sistemas modernos GNU/Linux devem rodar jogos antigos, defende comunidade Open Source

Este é um problema dos atuais sistemas operacionais.

Sistemas modernos GNU/Linux devem rodar jogos antigos, defende comunidade Open Source

Mesmo com a pandemia rolando solta, o LibrePlanet 2020 terminou em alta com sua segunda conferência, em 15 de março de 2020. Muitas coisas foram discutidas na conferência on-line. No entanto, um tópico de discussão foi centrado em jogos em sistemas GNU/Linux. E nele, a comunidade Open Source defende que sistemas modernos GNU/Linux devem rodar jogos antigos.

O desenvolvedor Dennis Payne apontou que o GNU/Linux moderno não roda mais jogos de software livre “mais antigos”. Existem soluções alternativas para ter jogos antigos do Linux no sistema Modern GNU/Linux, como instalar a versão mais antiga da biblioteca. No entanto, esse processo geralmente consome muito tempo e, às vezes, nem funciona.

Sistemas modernos GNU/Linux devem rodar jogos antigos, defende comunidade Open Source

Sistemas modernos GNU/Linux devem rodar jogos antigos, defende comunidade Open Source

Agora, todos sabemos que, apesar de ter melhorado um pouco, o Linux fica atrás do Windows em termos de jogos. Embora várias distribuições ou plataformas Linux, como Pop! _OS, Manjaro Linux, Steam OS, GOG, Wine se concentrem mais no fortalecimento dos jogos no sistema. 

Essas plataformas facilitam o método de qualquer instalação de driver para atrair mais usuários, permitindo que eles tenham os jogos mais recentes com facilidade. O que é surpreendente, é que mesmo essas partes interessadas baseadas no Linux também estão mirando nos jogos modernos em vez dos antigos.

Então, a pergunta é: por que a comunidade de código aberto deseja executar jogos mais antigos de software livre, em vez de se concentrar nos mais recentes?

Sistemas modernos GNU/Linux devem rodar jogos antigos, defende comunidade Open Source

Bem, em uma sessão intitulada “Restauração de jogos de software livre”, Payne enfatizou como os videogames refletem nossa cultura. Ele também disse que os videogames mais antigos fazem parte de nossos “registros históricos”.

É por isso que, de acordo com Payne, a Free Software Foundation precisa utilizar sua “liberdade para estudar e modificar” jogos antigos de software livre para sistemas modernos GNU/Linux. Essa é a única maneira de levá-los adiante para a próxima geração, pois perdê-los será como perder uma parte da nossa história.

Além disso, também ajudará os jogadores da velha guarda a considerar mudar para o Linux e enfraquecer o mito de que os jogos no GNU/Linux são “ruins”.

Agora, a incompatibilidade com jogos antigos não é exclusiva do Linux, pois esse mesmo problema também é enfrentado pelos usuários do Windows. A maioria dos aplicativos e jogos projetados para o Windows XP e versões mais antigas não são executados no Windows 10.

Fossbytes

Escrito por Claylson Martins

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.

Bodhi Linux 5.1 está disponível depois de dois anos

Bodhi Linux 5.1 está disponível depois de dois anos

Snowden alerta: Os estados de vigilância que estamos criando agora durarão mais que o coronavírus

Snowden alerta: Os estados de vigilância que estamos criando agora durarão mais que o coronavírus