Conheça o T50, uma ferramenta para stress test (Pentest DDoS)!
Hoje vamos “brincar” um pouco com um tipo de ataque mais devastador que a internet já conheceu. Sim, o temido DoS usado pelo grupo hacker ANONYMOUS. Para a nossa brincadeirinha de mal gosto será usado o T50, mas antes disso, vamos entender um pouco.
DoS – Denial of Service
Os ataques de negação de serviço são uma classe específica de ataques em pentest (Penetration Testing – “teste de penetração” para os íntimos – Sem trocadinhos PLEASE! =] ), em que a ideia é enviar um excesso de pacotes para o servidor.
Como o servidor não está preparado para receber essa carga elevada de pacotes, o pobre coitado ficará sobrecarregado, isso fará com que a sua banda fique lenta e até mesmo caia.

SIM! ISSO MESMO QUE VOCÊ LEU!

Usando um ataque de negação de serviço eu consigo PARALISAR o acesso a um site ou servidor. Há diversas classes de ataques e tipos de negação de serviços, porém não vou me deter teoricamente sobre eles.

Chega de bla bla bla, vamos brincar um pouco de ser hacker!

T50 é uma ferramenta para DoS desenvolvida pelo brasileiro Nelson Brito de fácil uso.
O código fonte do T50 encontra-se no link abaixo:

Deve ser compilado (como root) em um terminal linux (pode ser qualquer um, eu uso o Debian como Distro) com make.

Isso mesmo!

Para realizarmos um pentest nós usamos Linux, então se você não sabe usar Linux é bom recordar os conhecimentos em terminal e administração.
Para realizar um ataque de DoS contra um determinado IP e uma determinada porta, digite no terminal:
./t50 –flood –turbo –S –p 80 192.168.1.1 –flood –turbo –S 
A sintaxe para se usar o ataque de DoS “-p” indica que a porta 80 será atacada e 192.168.1.1 indica o IP da vítima – No exemplo o roteador.
Well, usem com cuidado o conhecimento e para os PROTÓTIPOS A HACKER DE PLANTÃO só uma diquinha:
“Lei 12.737 – Lei Carolina Dieckman”
Artigo adaptado do curso de pentest – Auditoria em redes de computadores.
Autoria: Daniel Moreno


(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Redação
Este usuário é utilizado quando um post é migrado de um usuário para outro, ou quando alguém envia um conteúdo ao SempreUPdate.

    Como corrigir bug do mouse USB no Debian

    Previous article

    Usuários Linux estão sendo vigiados pela NSA!

    Next article

    You may also like

    Comments

    Leave a reply

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    More in Linux