Valve lança Proton baseado no WINE para rodar jogos do Windows no Linux
Valve lança Proton baseado no WINE para rodar jogos do Windows no Linux

Valve lança Proton baseado no WINE para rodar jogos do Windows no Linux

Na última semana, escrevemos sobre a Valve estar trabalhando em uma ferramenta de compatibilidade para rodar jogos de windows no Linux. Agora é pra valer. Valve lança Proton baseado no WINE para rodar jogos do Windows no Linux. Pierre-Loup Griffais, da Valve, fez o anúncio no grupo “Steam for Linux”.

Valve lança Proton baseado no WINE para rodar jogos do Windows no Linux

Valve lança Proton baseado no WINE para rodar jogos do Windows no Linux

Hoje estamos lançando a versão Beta de uma nova e melhorada versão do Steam Play para todos os usuários do Steam para Linux. Esta versão inclui o Proton, uma versão modificada do Wine que oferece compatibilidade com os títulos dos jogos para Windows.

Estas são algumas das melhorias incluídas nesta versão:

  • Jogos do Windows que atualmente não têm versão para Linux poderão agora ser completamente instalados e iniciados diretamente dos clientes Steam para Linux
  • Steamworks nativo e suporte ao OpenVR.
  • As implementações do DirectX 11 e 12 agora são baseadas em Vulkan, resultando em um jogo com melhor compatibilidade e menor impacto de desempenho.
  • O suporte à tela cheia também foi aperfeiçoado. Assim, jogos em tela cheia serão expandidos para a exibição desejada sem interferir com a resolução da tela nativa ou exigindo o uso de uma área de trabalho virtual.
  • Suporte a controle de jogos melhorado: os jogos irão reconhecer todos os controles compatíveis com o Steam. Espere uma compatibilidade de controle mais inovadora do que a da versão original do jogo.
  • O desempenho de jogos multi-threading também foi aprimorado ao compará-lo com a versão básica do Wine.

Sobre o “Proton”

O Proton é de código aberto e está no GitHub. Da mesma forma, o repositório de origem confirma que o DXVK está sendo usado para o Direct3D no suporte da Vulkan.

Nosso objetivo com este trabalho é facilitar o acesso dos usuários do Steam para Linux a um catálogo mais abrangente. Acreditamos ainda que isto irá permitir que novos desenvolvedores consigam impulsionar o seu trabalho focando em o Linux. Isto daria a eles a opção de focar em áreas que pudessem realmente fazer uma diferença significativa para todos os usuários, como por exemplo o suporte a Vulkan.

Por fim, o WINE sempre foi um pouco incômodo de usar, então é bom tê-lo embutido no Steam. Assim, com a Valve confirmando que os jogos funcionarão, deve melhorar um pouco as coisas.

Confira aqui o anúncio da Valve na íntegra.

Se gostou da notícia, compartilhe. Faça parte do nosso grupo no Telegram.

Alexandre Varga
Desde pequeno interessado em tecnologia. Desenhista projetista, amante de churrasco, estudante GNU/Linux e aprendiz de escritor!

    Melhor software livre para uso em esportes

    Previous article

    Visão geral sobre OpenStack

    Next article

    You may also like

    More in Notícias