in

VPN diminui a velocidade de conexão com a internet?

Você percebe que tudo fica mais lento com o uso do VPN? Vamos entender o motivo disso!

vpn deixa a internet mais lenta

Uma das formas mais simples e seguras para garantir privacidade e proteção ao navegar na internet, o serviço de VPN, tem se tornado cada vez mais popular. No entanto, algumas dúvidas ainda surgem no momento da escolha de um bom provedor, sobretudo quando o assunto é desempenho.

Para que você tenha uma ideia mais abrangente do impacto sobre a velocidade de conexão com a internet, vamos inicialmente detalhar o que é uma VPN.

A sigla vem do inglês “Virtual Private Network” ou Rede Privada Virtual e, em termos gerais, significa utilizar um serviço de criptografia dos dados antes de realizar o acesso direto à internet, passando por um dos servidores do provedor do serviço. As informações são enviadas e recebidas através de uma espécie de ‘túnel”, de maneira sigilosa e segura, impedindo a visualização ou interceptação por terceiros.

Diante desse processo aparentemente complexo, você pode estar se perguntando: então a VPN diminui a velocidade de conexão com a internet? A resposta é: depende.

Muita gente utiliza um serviço de VPN para acessar conteúdo restrito geograficamente, sendo necessário o redirecionamento da conexão para um servidor em outro país. Por exemplo, se você quer acessar o catálogo de filmes do Hulu, terá que se conectar a um servidor nos Estados Unidos. A distância influencia, mas não ao ponto de comprometer a experiência do usuário. Na verdade, a velocidade do tráfego via VPN é limitada pela velocidade fornecida pelo seu provedor de internet.

Soma-se a isso, a quantidade de servidores que o provedor de VPN possui. Um serviço bom e confiável terá quantidade suficiente, capaz de distribuir a “carga” (quantidade de usuários), de forma a não sobrecarregar a largura de banda e reduzir a latência.

Latência ou ping (Packet Internet Network Grouper) quer dizer atraso e, no caso de transmissão de dados, é medida em milissegundos (ms), através do envio e devolução de pacotes. Ela é o resultado do tempo gasto entre a ida e a volta desses pacotes de dados.

A largura de banda, também conhecida como bandwidth, é a unidade de medida que avalia a velocidade de transmissão dos dados. Assim, quanto maior a largura de banda, maior a velocidade de sua conexão, pois um número maior de dados conseguirá passar por aquele determinado espaço.

Ao contratar um provedor de VPN é fundamental avaliar esse requisito que impacta diretamente na velocidade da sua conexão: VPNs gratuitas ou de baixa qualidade têm bandwidth limitada.

O encapsulamento e criptografia dos dados também consomem determina largura de banda. Soluções de criptografia sofisticadas irão resultar em maior perda de velocidade. Dessa forma, é necessário avaliar as suas necessidades e optar pelo serviço que ofereça a melhor opção em segurança e velocidade combinadas.

Existem no mercado alternativas para todos os gostos e bolsos. Contudo, em se tratando de um serviço que visa a segurança e privacidade, seria um tanto controverso optar por algo que justamente o coloque em risco.

Assim, não tão somente a velocidade de conexão com a internet precisa ser avaliada, mas também os custos envolvidos, os benefícios agregados e os níveis de criptografia e proteção necessários, sempre em linha com as suas necessidades pessoais ou profissionais.

Written by Emanuel Negromonte

Fundador do SempreUPdate. Acredita no poder do trabalho colaborativo, no GNU/Linux, Software livre e código aberto. É possível tornar tudo mais simples quando trabalhamos juntos, e tudo mais difícil quando nos separamos.

softwares de VoIP

20 melhores softwares de VoIP e Vídeo Chat em Linux em 2019

Xfce 4.14 tem aguardado pré-lançamento

Xfce 4.14 tem aguardado pré-lançamento