in

Wine e Wine-Staging 4.21 já estão disponíveis

A versão 5.0 do Wine está cada vez mais próxima.

Wine e Wine-Staging 4.21 já estão disponíveis

O Wine  é um software popular e de código aberto  que permite aos usuários executar aplicativos Windows no Linux e em outros sistemas operacionais semelhantes ao Unix. Para ser um pouco mais técnico, o Wine é uma camada de compatibilidade que traduz chamadas do sistema Windows para Linux e usa algumas bibliotecas do Windows, na forma de arquivos .dll. Assim, agora

O Wine  é uma das melhores maneiras de executar aplicativos Windows no Linux. Além disso, a comunidade do Wine possui um banco de dados de aplicativos muito detalhado, o AppDB contém mais de 25.000 programas e jogos, classificados por sua compatibilidade com o Wine.

Portanto, o Wine é uma excelente alternativa totalmente gratuita à API do Windows para sistemas GNU/Linux e, opcionalmente, você pode usar DLLs nativas do Windows, se disponíveis.

Além disso, o Wine oferece um kit de desenvolvimento, bem como um carregador de programa para Windows, para que os desenvolvedores possam modificar facilmente muitos programas para Windows que são executados no Unix x86, incluindo Linux, FreeBSD, Mac OS X e Solaris.

Wine e Wine-Staging 4.21 já estão disponíveis

Wine e Wine-Staging 4.21 já estão disponíveis

Atualmente, o Wine é dividido em dois tipos de desenvolvimento, dos quais se pode escolher qual usar. O primeiro e o mais usado é a versão estável, destacando-se por ter menos erros e maior estabilidade, mas suporta menos aplicativos Windows. Enquanto a outra versão é a de desenvolvimento, que oferece maior compatibilidade, mas possui mais erros não resolvidos.

A versão de desenvolvimento geralmente é, em teoria, a mais importante, pois esta versão é lançada para detectar todos esses erros e poder corrigir ou aplicar patches. Lembre-se de que, embora alguns aplicativos e jogos funcionem bem com o Wine em uma distribuição Linux, outros podem ter erros.

Wine 4.21 versão estável

O Wine 4.21 está disponível como a mais nova versão de desenvolvimento quinzenal, à medida que o congelamento de recursos se aproxima do lançamento do Wine 5.0 no início de 2020. O Wine 4.21 traz 50 correções de bugs, desde vários jogos até questões do IE8 e outros problemas agora resolvidos. O novo recurso de trabalho do Wine 4.21 inclui:

  • Configuração de proxy HTTP através do DHCP;
  • Suporte de bloco de parâmetros no D3DX9;
  • Mais algumas dlls convertidas em PE.

Mais detalhes sobre o Wine 4.21 em WineHQ.org.

Sobre a nova versão de desenvolvimento do Wine 4.21

Recentemente, foi lançada a nova versão experimental da implementação de código aberto do Wine 4.21, que desde o lançamento da versão 4.20 até a compilação desta nova versão, 50 relatórios de erros foram fechados e 343 alterações foram feitas.

Dos relatórios de erros fechados relacionados ao trabalho de jogos e aplicativos, destacam-seLegoLand, Need For Speed: Shift, Super Mario Brothers X, Ccleaner, Xin Shendiao Xialv, Family Tree Maker 2012, lsTasks, Toad for MySQL Freeware 7. x, Gothic 2, Splinter Cell, Crysis 1, Nextiva, Everquest Classic, Archicad 22.

Enquanto o trabalho destaca a implementação da definição de URL de configuração do proxy HTTP com base nos dados transmitidos através do DHCP.

Observe também que foi adicionado suporte para blocos de parâmetros no D3DX9 (chamadas para d3dx_effect_ApplyParameterBlock (), d3dx_effect_BeginParameterBlock (), d3dx_effect_EndParameterBlock () e d3dx_effect_EndParameterBlock () e d3dx_effect_DeleteParameter).

Além disso, o trabalho continuou na construção da DLL padrão com a biblioteca msvcrt interna (fornecida pelo projeto Wine, não a DLL do Windows) no formato PE (Portable Executable).

Como instalar a versão de desenvolvimento do Wine 4.21 no Ubuntu e derivados?

Se você estiver interessado em experimentar esta nova versão do desenvolvimento do Wine em sua distribuição, siga as instruções que compartilhamos abaixo.

O primeiro passo será habilitar a arquitetura de 32 bits, que, mesmo que nosso sistema seja de 64 bits, a execução dessa etapa poupa muitos problemas que geralmente ocorrem. Assim, abrimos o Terminal e digitamos:

sudo dpkg --add-architecture i386

Agora devemos importar as chaves e adicioná-las ao sistema com este comando:

wget -nc https://dl.winehq.org/wine-builds/Release.key
sudo apt-key add Release.key

Uma vez feito isso, adicionaremos o seguinte repositório ao sistema , para isso escrevemos no terminal:

sudo apt-add-repository https://dl.winehq.org/wine-builds/ubuntu/
[simterm]sudo apt-get update sudo apt-get --download-only install winehq-devel
sudo apt-get install --install-recommends winehq-devel
sudo apt-get --download-only dist-upgrade

Finalmente, podemos verificar se já temos o Wine instalado e também qual versão temos no sistema executando o seguinte comando:

wine --version

Como desinstalar o Wine do Ubuntu?

Se você deseja desinstalar o Wine do seu sistema por qualquer motivo, basta executar os seguintes comandos.

Desinstale a versão de desenvolvimento:

sudo apt purge winehq-devel
sudo apt-get remove wine-devel
sudo apt-get autoremove

Fonte: Ubunlog

Escrito por Claylson Martins

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.

A partir de 2020, a China exigirá que os vídeos criados usando Inteligência Artificial ou Realidade Virtual sejam claramente marcados

A partir de 2020, a China exigirá que os vídeos criados usando Inteligência Artificial ou Realidade Virtual sejam claramente marcados

Hackers estão reativando contas da Netflix canceladas por usuários

Hackers estão reativando contas da Netflix canceladas por usuários