in

Wireguard deve ser atualizado até o Natal

Já está quase tudo pronto para a esperada estreia do WireGuard Linux

Faz algumas semanas que o WireGuard tm passado por um momento agitado fora do comum. Para quem ainda não sabe, o túnel VPN seguro deve fazer parte do kernel Linux em 2020, provavelmente no Kernel 5.6 se tudo correr conforme o planejado. Da mesma forma, deve também ser suportado em todas as outras plataformas. Acontece que o WireGuard pode muito bem acabar no kernel do Linux 5.5, em vez de ter que esperar até o Linux 5.6. Sendo assim, o Wireguard deve ser atualizado até o Natal.

O entusiasmo principal cresceu algumas semanas atrás depois que a API de criptografia do Linux adotou alguns aspectos do código de criptografia Zinc da WireGuard. O WireGuard, portanto, foi desbloqueado por poder se tornar mainline como o código criptográfico. Justamente isso tem sido um ponto de discórdia para os desenvolvedores em obter esse código tão procurado após a fusão.

Expectativa é de que até o Natal o Wireguard deve ser atualizado

Wireguard deve ser atualizado até o Natal

Esse código criptográfico Zinc’ed  foi fundido para o Linux 5.5. Embora tenha sido previamente indicado por Jason Donenfeld, da WireGuard, para a linha principal com o Linux 5.6, parece que ele poderia realmente ser mesclado este ano com a janela do Kernel 5.5 atualmente aberta.

Assim, como as peças de criptografia se juntaram e já estão na árvore de Linus Torvalds, Donenfeld questiiona se o WireGuard ainda poderia ser implementado para Linux 5.5. Para que isso aconteça, é provável que você precise de algumas aprovações finais no código e também veja uma solicitação de recebimento do subsistema de rede secundário.

O principal recurso de rede puxado para Linux 5.5 já foi enviado. Portanto, provavelmente seria um PR separado enviado ao Torvalds apenas com o código do kernel WireGuard. Voltando a agosto de 2018, Linus já havia dito que esperava que a fusão fosse realizada mais cedo ou mais tarde.

O código do kernel mais recente do WireGuard Linux pode ser encontrado aqui. Nos próximos dias, veremos se há condição suficiente para mesclá-lo para o Linux 5.5 como presente de Natal.

Fonte: Phoronix