Artigo

09/01/2022 às 17:50

20 min leitura

Avatar Autor
Por Emanuel Negromonte

10 – Administração de Sistemas Linux – Comandos úteis – Parte 6

Aqui está a parte 6 dos comandos úteis para uso no Linux que todos deveriam saber!

10 – Administração de Sistemas Linux – Comandos úteis – Parte 6

Chegando ao final de maio com a nossa décima aula do curso de administração de sistemas Linux, estamos no capítulo de comandos úteis. Sim, são muitos comandos que comumente usados por administradores e também, cai muito em provas de LPI. No entanto, são comandos para uso essencial no Terminal Linux que todos deveriam saber.


Mais uma vez, queremos reiterar que você nos ajude desabilitando adblock em seu navegador, ou incluindo o nosso site na lista branca. Os custos do SempreUPdate são altos e dependemos dos anúncios para manter o site de pé. Por isso, contamos com você, evite bloqueadores!

Comando Linux wc

O comando wc é usado para contar o número de linhas, caracteres, bytes e palavras nos arquivos.

SINTAXE do comando wc:  wc {opção} {arquivo}

Opções disponíveis para o comando wc:

  • -c : Conta bytes.
  • -l : Conta linhas.
  • -L : Mostra o comprimento da linha mais longa.
  • -m : Conta caracteres.
  • -w : Conta palavras.
  • –help : Exibe as opções do utilitário.
  • –version : Mostra informações sobre o utilitário.

Exemplo de uso do comando wc:

Digamos que você tenha um arquivo chamado sempreupdate com o conteúdo abaixo!

linha 1

linhá 2

o fim

A sintaxe comando wc que vamos usar é o seguinte:

Terminal
wc sempreupdate

Você vai obter a seguinte saída do comando:

5 6 25 sempreupdate
O arquivo teste tem 5 linhas, 6 palavras (2 por linha não vazia) e 25 bytes (quantidade de bytes por linha: 8, 1, 9, 1 e 6).

Note que é contado o byte/caractere de fim de linha (”) e que o caractere “á” da terceira linha é representado por dois bytes. Isto pode ser verificado com o comando abaixo:

Terminal
wc -m sempreupdate
No resultado você verá que o arquivo tem apenas 24 caracteres.

Observações importantes sobre o comando wc:

Caso nenhuma opção seja fornecida, o comando informa o número de linhas, de palavras e de bytes do arquivo especificado. Caso o nome do arquivo não seja fornecido, o utilitário permite que o usuário digite as linhas na entrada padrão (as linhas são separadas pela tecla ENTER e o final do arquivo é caracterizado pelas teclas CTRL+D) e, em seguida, faz a contagem.

Comando df

Este comando também é um dos mais utilizados, ele mostra o espaço utilizado de cada partição, claro, sabemos que existem outros comandos, mas em testes percebemos que o df sempre cai.

SINTAXE do comando df: df {opção} {partição}

Opções do comando df:

  • -a : Inclui também na listagem os sistemas de arquivos com zero blocos.
  • –help : Exibe as opções do comando.
  • -i ou –inodes : Exibe informações sobre inode.
  • -k : Lista o tamanho dos blocos em kbytes.
  • -m : Lista o tamanho dos blocos em Mbytes.
  • -t tipo : Especifica o tipo dos sistemas de arquivos a serem listados.
  • -T : Exibe o tipo dos sistemas de arquivos listados.
  • -x tipo : Especifica o tipo dos sistemas de arquivos que não deve ser listado.
  • –version : Exibe informações sobre o aplicativo.

Comando du

O comando du também esta ligado ao tema “partição”, ele é a sigla de “disk usage”. O comando du é muito usado para exibir o espaço usado pelos diretórios.

SINTAXE do comando du: du {opção} {arquivo}

Opções do comando du:

  • -a : Mostra também o espaço ocupado pelos arquivos (de forma recursiva).
  • -b : Mostra o espaço ocupado em bytes.
  • -c : Mostra o total do espaço ocupado.
  • -h : Apresenta o espaço ocupado em formato compreensível para o ser humano (1K, 1M, 1G, etc).
  • -k : Mostra o espaço ocupado em Kbytes (é o padrão).
  • -m : Mostra o espaço ocupado em Mbytes.
  • -s : Mostra apenas o total ocupado (sumário).
  • –version : Exibe informações sobre o aplicativo.

Exemplos de uso comando du

Para ver o tamanho do arquivo sempreupdate.txt em bytes, digite:

Terminal
du -b sempreupdate.txt

Para obter o tamanho, em Kbytes, de todos os arquivos do diretório corrente com extensão txt e o total de espaço ocupado por estes arquivos, basta digitar:

Terminal
du -c *.txt

Nota sobre o comando du

O comando du, sem qualquer opção e sem nome de arquivo ou diretório, fornece a quantidade de espaço ocupada por cada subdiretório que se encontra hierarquicamente abaixo do diretório atual.

Comando free

Com o comando free, é possível verificar a quantidade memória livre e utilizada, como também a área swap do sistema, memória compartilhada e os buffers utilizados pelo kernel.

Sintaxe do comando free: free {opção]

Opções do comando free:

  • -k : As informações são dadas em Kbytes (é o padrão).
  • -m : As informações são dadas em Mbytes.
  • -o : Oculta a linha com as informações sobre os buffers utilizados pelo kernel.
  • -t : Mostra uma linha contendo a quantidade total de memória do sistema, a quantidade de memória livre e a quantidade de memória em uso.
  • -s num : Mostra a quantidade de memória livre usada a cada num segundos.

Nota sobre o comando free:

Também é possível ver a quantidade de memória física no log do dmesg que fica no diretório /var/log/.
Terminal
cat /var/log/dmesg | grep Memory

Comando cal – Terminal Linux

Agora fugindo um pouco de partições e espaços, o comando cal você terá um calendário. Então se você não tem um ambiente instalado, o comando cal pode ajudar e muito no momento de agendar aquela manutenção no seu servidor, a menos para situar você de que dia é hoje ^^. Mas, existem opções que podem ser usadas, para deixar o comando cal mais completo.

Opções do comando cal:

  • -3 : Exibe o mês anterior, o mês atual e o próximo mês.
  • -A num : Exibe os num meses após o mês atual.
  • -B num : Exibe os num meses antes do mês atual.
  • -m mês : Exibe o calendário do mês especificado. Se o ano não for informado, será usado o ano atual.
  • -y ano : Exibe o calendário do ano especificado.

Exemplos de uso comando cal no Terminal Linux

Se executarmos o comando abaixo:

Terminal
cal 1 2022

Ele vai exibir o calendário correspondente a janeiro de 2022. Se você digitar apenas:

cal 1

São exibidos os meses de 1 a 12 do ano 7 da era cristã.

É importante notar que, se nenhum parâmetro for especificado com o comando, o calendário do mês atual é exibido.

Nota do comando cal

O parâmetro mês tem valor de 1 a 12.
O parâmetro ano tem valor maior que ou igual a 1.

Fundador do SempreUPdate. Acredita no poder do trabalho colaborativo, no GNU/Linux, Software livre e código aberto. É possível tornar tudo mais simples quando trabalhamos juntos, e tudo mais difícil quando nos separamos.

Mais lidas

Últimos posts

Newsletter

Receba nossas atualizações!

Newsletter

Receba nossas atualizações!
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.