in

10 distros Linux – Do diferente ao perigoso

Com o passar dos anos indivíduos, organizações e até nações lançaram sua própria versão do Linux

10 distros Linux - Do diferente ao perigoso
Algumas distribuições Linux podem ser até perigosas.

Se você confia cegamente em tudo que vem do mundo Linux, tenha muito cuidado! Você pode não querer rodar essas distros pois isso deve causar danos pessoais e profissionais. Porém, se quiser rodá-las, coloque-as isoladas em máquinas virtuais. Definitivamente, não estamos brincando! Assim, separamos uma lista com 10 distros Linux – Do diferente ao perigoso. Fique de olho.

Red Star Linux

10 distros Linux - Do diferente ao perigoso
Red Star Linux.

Esse é o ambiente Linux produzido pelo estado da Coreia do Norte. Recentemente, a Coreia do Norte aparentemente roubou 2 bilhões de dólares via cyberattacks, não disponibilizaremos um link para baixar a distro. Portanto, seja cuidadoso, nós não recomendamos que você a use.

Moebuntu

Se você ama (de verdade) mangás e animes, você talvez queira customizar seu Ubuntu com o que é, essencialmente, um tema de anime. Não temos certeza do quão seguro isso é para seu computador. No entanto, definitivamente não é seguro para seus olhos. É perigosamente brilhante e alegre.

Ubuntu Christian Edition

10 distros Linux - Do diferente ao perigoso
Ubuntu Christian Edition.

Essa distribuição é um Ubuntu com programas, papéis de parede e controle parental instalado para cristãos devotos. Contém um número de estudo bíblico e programas de memorização da Bíblia, papéis de parede customizados e até controle parental rígido para ajudar a prevenir que os pequenos vejam conteúdo inapropriado.

Hannah Montana Linux

Estamos sem palavras. Veja, isso realmente aconteceu. Não achamos que seja perigosa. Dolorosa, sim, contudo, provavelmente, não é perigosa. Isso dito, por favor não instale-a. Apenas tente apagar isso da sua consciência. Já que encontramos isso em nossa pesquisa para este artigo, tentamos esquecer que isso existe. Alguém fez isso. Isso bagunça a mente.

Algo profundamente perturbador

Não disponibilizaremos um link ou até mesmo contaremos o nome dela, mas em nossa pesquisa por distros incomuns, encontramos uma que era horrivelmente racista e repugnante. Achamos profundamente doloroso ver algo aberto e versátil como o Linux corrompido desta forma.

Nós não podemos até mesmo te mostrar uma captura de tela porque é revoltante. Mas nós achamos que você deveria saber que o ódio transcende até mesmo na tecnologia. Invadiu o Linux e nos deixa muito tristes.

Sabily

Sabily, originalmente conhecida como Ubuntu Muslim Edition ou UbuntuME, era uma distro Linux customizada para mulçumanos. Ela não recebe mais atualizações, mas ficou ativa de cerca de 2007 até 2011. Possuía suporte ao idioma árabe e, segundo a Wikipedia (em inglês), “uma ferramenta com horários para as orações, uma outra para estudo do Corão e um calendário islâmico”.

Ubuntu Satanic Edition

Não tenho certeza sobre o que falar dessa aqui. Há poucos detalhes no site da distro, exceto a seguinte seção “Sobre” bem quente, especialmente para algo supostamente em conluio com o diabo:

Ubuntu SE é uma distribuição baseada no Ubuntu. Ela reúne o melhor do software livre e música metal em um CD. Você pode também atualizar sua instalação do Ubuntu existente com um abrangente conjunto de temas para tornar seu desktop escuro e maléfico. Não se preocupe: você pode facilmente mudar seu sistema de volta se você pretende se retratar.

Então, é isso. E não, eu não recomendo baixá-la e instalá-la.

RebeccaBlackOS

Eu tive de pesquisar esta aqui. Aparentemente, Rebecca Black é uma YouTuber com 1,4 milhão de inscritos. Um usuário do site SourceForge chamado “nerdopolis” aparentemente gosta muito desta jovem mulher, por isso ele criou uma distro personalizada com o nome dela. Pelo visto, o que a torna especial é que ela inclui um servidor Wayland, o que na verdade é meio interessante.

Biebian (Justin Bieber Linux)

10 distros Linux - Do diferente ao perigoso
Justin Bieber Linux.

Existe uma distro por aí no SourceForge chamada Justin Bieber Linux. Por quê? Você pode perguntar. Vá em frente. Pergunte: “por quê?” Segundo o mantenedor da distro, “a ideia começou no /g/ do 4chan. Alguém que leva isso a sério demais é bobo e precisa ir cagar.”

Eu não poderia ter dito melhor.

Suicide Linux

Então, eis a feliz premissa do Suicide Linux:

A qualquer hora – qualquer hora mesmo – você digita qualquer comando remotamente incorreto, o interpretador criativamente resolve-o em rm -rf / e apaga seu disco rígido. É um jogo. Como caminhar na corda bamba. Você tem que ver quanto tempo você continua a usar o sistema operacional antes de perder todos os seus dados.

Porque sim, apenas. Porque sim. E não, eu não vou te passar o link. Se você quiser machucar a si mesmo ou danificar seu disco rígido, você terá de pesquisar no Google sozinho.

Afinal, não acha interessante que existam distros Linux que habitem em um campo tão diferente e até perigoso?

Não deixe de compartilhar!

Fonte.

Leia também: Quais as distros mais leves do mundo Linux?

Escrito por Leonardo Santana

Astrônomo amador e eletrotécnico. Apaixonado por TI desde o século passado.

Gerenciador de janelas IceWM 1.6 foi lançado

Gerenciador de janelas IceWM 1.6 foi lançado

CodeWeavers comemora um ano de lançamento da Steam Play/Proton

CodeWeavers comemora um ano de lançamento da Steam Play/Proton