in

5G deverá responder por 20% das conexões globais até 2025

As operadoras de telefonia móvel deverão despejar cerca de US$ 1,1 trilhão no setor nos próximos cinco anos.

5G deverá responder por 20% das conexões globais até 2025
Imagem: Reprodução | Tech Spot.

Até 2023, a GSMA espera que o 5G ultrapasse o 2G com mais de um bilhão de conexões. Em 2025, esse número deve atingir 1,8 bilhão, fazendo o 5G representar 20% das conexões globais e eclipsando o número total de conexões 3G ativas.

5G deverá responder por 20% das conexões globais até 2025

A quarta geração da tecnologia de rede celular de banda larga, carinhosamente conhecida como 4G, foi a principal tecnologia móvel do mundo em 2019, com mais de quatro bilhões de conexões. Coletivamente, ela representava cerca de 52% do total de conexões em todo o mundo e deve atingir um pico próximo de 60% até 2023, de acordo com o relatório Mobile Economy de 2020 feito pela GSMA.

5G deverá responder por 20% das conexões globais até 2025
Imagem: GSMA.

As tecnologias 5G de última geração estão ganhando ritmo, observa o relatório. Ela já está disponível em 46 operadoras em 24 mercados. Outros 39 mercados anunciaram planos de lançar serviços 5G comerciais.

Além disso, os fabricantes de hardware estão fazendo sua parte, lançando vários smartphones compatíveis com a nova tecnologia. Ainda mais, a conscientização do consumidor está aumentando, segundo a GSMA, o que levará a uma maior penetração da tecnologia nos próximos anos.

5G deverá responder por 20% das conexões globais até 2025
Imagem: GSMA.

No entanto, chegar lá não será barato, uma vez que as operadoras de telefonia móvel deverão despejar cerca de US$ 1,1 trilhão no setor nos próximos cinco anos, 80% dos quais serão dedicados exclusivamente ao 5G.

Por fim, o fato do 5G estar tecnicamente disponível em um mercado que atende à sua área não significa necessariamente que a rede rápida estará ao seu alcance. Alguns dos primeiros exemplos apresentam alcance incrivelmente curto e têm dificuldade em penetrar em objetos sólidos, como paredes. Portanto, isso limita seu uso a centros urbanos e outras áreas habitadas, como estádios esportivos.

Fonte: Tech Spot

Leia também:

Samsung diz que novos OLED emitem menos luz azul e são otimizados para o 5G

Sony lança o smartphone Xperia 1 II com 5G