A eliminação de cookies de terceiros no Chrome só deve acontecer em 2023

Jardeson Márcio
3 minutos de leitura

O Google está atrasando seus planos de eliminar os cookies de terceiros no navegador Chrome até 2023, um ano depois de quando originalmente aconteceria. As informações vêm de uma postagem da empresa em um blog. Aparentemente, o Google quer fazer isso com calma.

O Google disse que, embora haja “progresso considerável” com a iniciativa, a empresa requer mais tempo “em todo o ecossistema para acertar”. Esta iniciativa faz parte do projeto agregado da empresa denominado Privacy Sandbox, que inclui várias propostas para o Chrome e a web.

“A iniciativa Privacy Sandbox visa criar tecnologias da web que protejam a privacidade on-line das pessoas e forneçam às empresas e desenvolvedores as ferramentas para construir negócios digitais prósperos para manter a web aberta e acessível a todos, agora e no futuro”, escreveu o Google. “Para fazer isso, precisamos avançar em um ritmo responsável.”

A empresa acrescentou ainda que a meta é ter tecnologias-chave implantadas até o final de 2022 para que a comunidade de desenvolvedores comece a adotá-las, e sujeito ao envolvimento com a Autoridade de Concorrência e Mercados do Reino Unido, “o Chrome poderia então eliminar os cookies de terceiros em um período de três meses, começando em meados de 2023 e terminando no final de 2023”.

a-eliminacao-de-cookies-de-terceiros-no-chrome-so-deve-acontecer-em-2023
Imagem: ComputerWorld

Eliminação de cookies de terceiros no Google Chrome

Especificamente, a eliminação dos cookies de terceiros se enquadra no que a empresa chama de tecnologia de “Aprendizagem Federada de Coortes” ou FLoC.  A iniciativa do Google é uma forma de ajudar a preservar a privacidade do usuário enquanto oferece aos anunciantes resultados semelhantes aos de cookies de terceiros.

Muitos na indústria não estão totalmente convencidos de que a tecnologia é a melhor opção para substituir os cookies. Várias empresas por trás de alguns dos melhores navegadores Android já bloquearam a nova tecnologia e, desde então, reafirmaram suas posições. O Android Central cita que a Amazon, por exemplo, bloqueou recentemente o FLoC nas páginas da sua marca, tornando mais difícil para o Google construir essas coortes de rastreamento em alguns dos maiores destinos da Internet.

Quando o Google anunciou inicialmente o plano de fazê-lo, uma postagem de blog de analista da Forrester disse que o Google está “tentando polir sua reputação de amigo da privacidade diante da concorrência de outros navegadores”.

“Sua plataforma de demanda, troca de anúncios e outras ferramentas de demanda e fornecimento serão atingidas, pois essas plataformas serão mais limitadas nos casos de uso de marketing e editor que podem habilitar. Mas para o Google, o sucesso vale o lado positivo, onde o Google está pensando sobre a sustentabilidade de longo prazo da empresa e o crescimento dos negócios “, disse o post do blog.

Via: AndroidCentral
Share This Article
Follow:
Jardeson é Mestre em Tecnologia Agroalimentar e Licenciado em Ciências Agrária pela Universidade Federal da Paraíba. Entusiasta no mundo tecnológico, gosta de arquitetura e design gráfico. Economia, tecnologia e atualidade são focos de suas leituras diárias. Acredita que seu dia pode ser salvo por um vídeo engraçado.