in

A importância do uso de VPN para aumentar a segurança on-line

Isso se torna cada vez importante devido ao aumento do número de ataques.

A importância do uso de VPN para aumentar a segurança on-line

A segurança na internet é algo cada vez mais importante em nossas vidas nestes tempos de pandemia. Com o uso intenso dela para o trabalho e estudos, ter mais segurança é fundamental. Além de um bom antivírus, ativar firewall e outras medidas, é necessário ter uma VPN que garanta, por exemplo, proteção adicional e navegação anônima para evitar infecções frequentes.

Para milhões de pessoas,  trabalhar remotamente se tornou rotina. Assim, o uso de uma VPN para acesso remoto é mais importante do que nunca para maximizar sua privacidade on-line. No entanto, como o mercado de redes privadas virtuais comerciais continua crescendo exponencialmente, pode ser complicado classificar as opções para encontrar o melhor serviço VPN para atender às suas necessidades.

Nessa escolha de uma VPN segura, confiável e funcional, é preciso verificar aspectos como preço, segurança, número de locais de servidor, facilidade de acesso remoto, limites de largura de banda, registro, IP dedicado e dinâmico, software cliente e suporte ao cliente. Neste contexto, algumas dicas são mais do que válidas e fundamentais.

A importância do uso de VPN para aumentar a segurança on-line

 

Pois é, se para você tudo ainda parece muito confuso, fique atento às seguintes dicas. Cada uma delas direcionando para uma discussão mais aprofundada do tópico em questão.

Não use serviços VPN gratuitos. Muitas vezes eles causam mais problemas que ajudam no seu trabalho cotidiano. Então, veja seu orçamento, pois acaba valendo a pena. 

Procure uma VPN sem logs, mas entenda as advertências. As melhores VPNs mantêm o mínimo de logs possível. Além disso, sua navegação fica o mais anônima possível. Assim, poucos dados podem ser rastreados, seja por hackers ou governos. No entanto, mesmo VPNs “sem registros” não são 100% anônimas.

A transparência da VPN é importante, mas isso é apenas o começo. Muitos serviços usam as chamadas  “warrant canaries” como uma forma de registrar para uma investigação pública por parte do governo. Portanto, o melhor é investigar se sua VPN contrata já colaborou de alguma forma com autoridades.

Pense duas vezes antes de usar uma VPN com base nos EUA: o Patriot Act aindavale por lá. Isso significa que qualquer VPN nos Estados Unidos tem poucos recursos se e quando os federais aparecerem com intimações ou cartas de segurança nacional na mão, exigindo acesso a servidores, contas de usuário ou quaisquer outros dados. Sim, eles podem ter poucos dados para acessar se o serviço tiver uma política forte de proibição de registros, mas por que não fazer um end-run nos federais e apenas escolher um serviço baseado fora da jurisdição do Tio Sam? (Você também deve evitar os países com os quais os EUA têm acordos de compartilhamento de inteligência.).

Portanto, seja por causa de governos ou hackers, o uso de uma VPN se torna cada vez mais indispensável para navegar, trabalhar e estudar com segurança.