Categorias

Android

Games

Notícias

Tutoriais Linux

Vídeos

Notícias

22/06/2020 às 11:00

5 min leitura

Por Leonardo Santana

Adobe quer que os usuários desinstalem o Flash Player até o final do ano

Adobe quer que os usuários desinstalem o Flash Player até o final do ano

A Adobe solicita aos usuários que eles desinstalem o Flash Player de seus computadores até o final do ano (o software está programado para atingir o fim da vida útil em 31 de dezembro de 2020). A mudança foi anunciada em uma nova página de suporte no início deste mês.

A Adobe diz que quando o Flash atingir o fim da vida útil, a empresa não planeja apenas parar de fornecer atualizações. Ela também planeja remover todos os links de download do site. Como resultado, isso impedirá que os usuários instalem o software e continuem usando-o.

Adobe quer que os usuários desinstalem o Flash Player até o final do ano

Além disso, a Adobe disse que o conteúdo baseado em Flash será impedido de ser executado no Adobe Flash Player. Essas são algumas das decisões mais agressivas que uma empresa de software tomou para impedir que usuários usem seu software. A razão para essas mudanças é porque o Flash Player sempre foi alvo de hackers.

O cenário ideal para a Adobe seria que o maior número possível de usuários desinstalassem o Flash Player antes de 31 de dezembro.

Fabricantes removem código Flash

Ainda mais, o Facebook solicitou que os criadores de jogos migrassem para tecnologias baseadas em HTML5 e JavaScript e os fornecedores de navegadores desativaram o Flash em seus respectivos navegadores e estão programados para remover o código real que suporta o Flash das bases de código do navegador no final de 2020 ou no início de 2021.

Atualmente, de acordo com o site de pesquisa de tecnologia da Web W3Techs, apenas 2,6% dos sites utilizam código Flash, número que caiu de uma participação de mercado de 28,5% registrada em 2011. Além disso, a porcentagem de usuários diários do Chrome que carregaram pelo menos uma página com conteúdo em Flash por dia caiu de cerca de 80% em 2014 para menos de 8% no início de 2018.

Fonte: ZDNET

Profissional da área de manutenção e redes, astrônomo amador, eletrotécnico e apaixonado por TI desde o século passado.

Rate this post

Últimos artigos

Newsletter

Receba nossas atualizações!

Newsletter

Receba nossas atualizações!
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.
×