in

Akira promete ser a ferramenta de design GNU/Linux que sempre quisemos

Akira promete ser a ferramenta de design GNU/Linux que sempre quisemos

Photoshop, Illustrator, Inkscape, Krita, Gimp, e Figma (que é uma ferramenta de design de interface baseada em navegador). São muitas as ferramentas de design disponíveis para Linux, Mac e Windows. Porém, surge agora uma nova proposta que pede apoio financeiro para seu desenvolvimento. O Akira promete ser a ferramenta de design GNU/Linux que sempre quisemos.

Mesmo que haja algumas outras soluções, muitos usuários reclamam que as ferramentas para Linux não são adequadas para profissionais. É preciso um aplicativo Linux nativo que possa substituir o Sketch, o Figma ou o Adobe XD. Qualquer designer profissional concordaria com isso.

Akira vai substituir Sketch, Figma e Adobe XD no Linux?

Protótipo de Trabalho da UI Adaptável

Bem, a fim de desenvolver algo que substituiria as impressionantes ferramentas proprietárias, o designer Alessandro Castellani iniciou uma campanha do Kickstarter para contratar uma equipe de desenvolvedores experientes: Alberto Fanjul, Bilal Elmoussaoui e Felipe Escoto.

Então,  Akira ainda é apenas uma ideia, um protótipo funcional de sua interface.

Se não existe, por que a campanha do Kickstarter?

Protótipo de Trabalho do Painel de Camadas

O objetivo da campanha do Kickstarter é arrecadar fundos para contratar desenvolvedores e tirar alguns meses de folga para dedicar seu tempo a tornar Akira possível.

No entanto, se você quiser apoiar o projeto, você deve saber alguns detalhes, certo?

Não se preocupe, algumas perguntas já foram respondidas pela equipe que pensa o projeto.

Akira: mais alguns detalhes

Akira promete ser a ferramenta de design GNU/Linux que sempre quisemos Conforme descrito pela campanha do Kickstarter:

O objetivo principal do Akira é oferecer uma ferramenta rápida e intuitiva para criar interfaces Web e Mobile, mais similar ao Sketch, Figma ou Adobe XD, com uma experiência completamente nativa para o Linux.

Eles também escreveram uma descrição detalhada de como a ferramenta será diferente do Inkscape, Glade ou QML Editor. Claro, se você quiser todos os detalhes técnicos, o Kickstarter é o caminho a percorrer. No entanto, a equipe justifica a criação de um projeto semelhante ao Figma ou dos produtos da Adobe. A entrevista foi dada à equipe do MasLinux, de Sevilha, na Espanha.

P: Se você considera seu projeto – semelhante ao que o Figma oferece – por que alguém deveria considerar a instalação do Akira em vez de usar a ferramenta baseada na web? Será simplesmente um clone dessas ferramentas – oferecendo uma experiência nativa do Linux ou há algo realmente interessante para encorajar os usuários a mudar (exceto para ser uma solução de código aberto)?

Akira: Uma experiência nativa no Linux é sempre melhor e mais rápida em comparação com um aplicativo eletrônico baseado na web. Além disso, a configuração de hardware é importante se você decidir usar o Figma, mas o Akira usará poucos recursos do sistema e poderá fazer coisas semelhantes sem se conectar à Internet.

P: Suponha que se torne a solução de código aberto que os usuários do Linux estavam esperando (com recursos semelhantes oferecidos por ferramentas proprietárias). Quais são seus planos para mantê-lo? Você planeja introduzir um plano de preços – ou você depende de doações?

Akira: O projeto será baseado principalmente em doações (algo como a Fundação Krita poderia ser uma ideia). Porém, não haverá planos de preços “pro” – eles estarão disponíveis gratuitamente e serão um projeto de código aberto.

Então, para mais detalhes sobre a campanha, como valor a ser arrecadado, prestação de contas e detalhes do projeto, acesse:

Campanha do Akira no Kikstarter

Escrito por Claylson Martins

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.

Versão remix paga e não-oficial do Fedora está disponível para o WSL do Windows

Versão remix paga e não-oficial do Fedora está disponível para o WSL do Windows

Como instalar o desktop Pantheon no Fedora

Como instalar o desktop Pantheon no Fedora