in

Alpine: uma distribuição Linux pequena, simples e segura para roteadores, firewalls, VPNs, VoIP e servidores

Alpine, uma distribuição Linux criada para quase tudo!

Alpine Linux é Sistema Operacional desenvolvido em torno de musl, libc e busybox. Isso o torna menor e mais eficiente em termos de recursos do que as distribuições GNU/Linux tradicionais. Ele possui várias ISO’s que de 116 MB até aproximadamente 500 MB. E não pense que por ser pequena no que diz respeito ao tamanho da ISO, ela seja incompleta. Ela conta com uma grande variedade de pacotes em seus repositórios. Alpine Linux é um sistema operacional desenvolvido pela comunidade projetado para roteadores, firewalls, VPNs, caixas de VoIP e servidores.

O projeto publicou uma nova versão de sua distribuição leve, lançando Alpine Linux 3.12.1. A nova versão apresenta suporte inicial para a arquitetura mips64 e a linguagem de programação D. Uma série de atualizações de pacote também realizadas.

Novos recursos e novos pacotes notáveis: suporte inicial para mips64 (big endian); Nota de atualização – após atualizar para OpenSSH 8.2p1 ou superior, o servidor não aceitará novas conexões até que seja reiniciado. Alpine Linux é uma distribuição muito simples e ela usa seu próprio gerenciador de pacotes chamado apk, o sistema de inicialização usado é o OpenRC, o que fornece um ambiente Linux simples e leve. O Alpine Linux conta com vários tipos de hardware, para computadores mais recentes, para Raspberry Pi, virtualização, processadores ARM entre os mais variados tipos, servidores e ainda possui uma versão para quem adora escolher os pacotes a serem instalados, algo como um netinstall mas que eles chamam de Standard.

Download do Alpine

Logo abaixo você pode conferir o site do projeto ou se preferir ir direto para a página do download e escolher a versão mais adequada. São 8 versões diferentes que o Alpine Linux possui a Standard, Extended, Netboot, Raspberry Pi, Generic ARM, Mini Root Filesystem.

  • Standard – É a versão padrão do sistema, semelhante ao uso das distribuições que conhecemos.
  • Extended – Ideal para roteadores e servidores, essa versão é executada a partir de RAM.
  • Netboot – Kernel, initramfs, modloop para netbook.
  • Raspberry Pi – Projetado para Raspberry Pi 1, 2, 3 e 4.
  • Generic ARM – Possui kernel padrão ARM inclui carregador de inicialização uboot e possui suporte para armv7 e aarch 64.
  • Mini Root Filesystem – Como o nome sugere é ideal para pessoas que querem o mínimo do sistema.
  • Virtual – Muito parecido com a Standard, o kernel é menor e é otimizado para sistemas virtuais.
  • XEN – Possui suporte integrado para o Xen Hypervisor e conta com pacotes focados no uso do Xen.

Novo botnet HEH pode limpar roteadores e dispositivos IoT

Arm anuncia uma nova geração de CPUs de 64 bits

Novo botnet HEH pode limpar roteadores e dispositivos IoT

Escrito por Emanuel Negromonte

Fundador do SempreUPdate. Acredita no poder do trabalho colaborativo, no GNU/Linux, Software livre e código aberto. É possível tornar tudo mais simples quando trabalhamos juntos, e tudo mais difícil quando nos separamos.