in

Alternativas para não usar serviços da Google

Confira algumas opções em relação a guerra entre privacidade versus Google.

Alternativas para não usar serviços da Google

O Google nos oferece muitas ferramentas úteis (e-mail, navegador, calendário, armazenamento, mapas, etc.) em troca de “não se preocupar” com a nossa privacidade. No entanto, criaram sites que incentivam a não usar serviços da Google, com alternativas amigáveis que não rastreiam você.

No More Google

Alternativas para não usar serviços da Google

Se você está procurando alternativas para os produtos do Google, o No More Google é um site simples que possui uma lista de serviços alternativos divididos por cada uma das ferramentas que eles substituem:

  • Google Chrome
  • Pesquisa do Google
  • Senhas do Google Chrome
  • Gmail
  • Google Docs
  • Planilhas Google
  • YouTube
  • Google Maps
  • Google Drive
  • Voos do Google
  • Hangouts do Google
  • Imagens do Google
  • Google Translate
  • Google Weather

Esta lista é baseada em um tópico publicado no Hacker News, e seu nome é inspirado no ‘No More MacBook‘: um site que recomenda alternativas aos laptops da Apple.

Assim, os criadores deste site garantem que ele se destina a usuários preocupados com sua privacidade. Nesta lista, encontramos nomes conhecidos como Firefox, Brave, Vivaldi, Duck Duck Go, LastPass, ProtonMail, Bear Writer, Vimeo ou 1Password.

Outra opção para não usar serviços da Google

Alternativas para não usar serviços da Google

Por outro lado, também existem ferramentas menos conhecidas, por isso é uma boa ideia conhecer novas aplicações. É claro que o Google usa nossos dados para seu benefício e precisamos lidar com a publicidade em muitos desses serviços.

Contudo, outro serviço que oferece proteção para sites não usar serviços da Google é o No Google.

Ele integra todas as opções possíveis sob a técnica de marketing na web Search Engine Immunization (SEI) para proteção:

  • Rastreamento: enviamos um arquivo que especifica o conteúdo a ser protegido contra rastreamento que você deve copiar para a raiz do seu site;
  • Acesso: além de evitar o rastreamento, podemos interromper qualquer acesso a partir dos resultados de pesquisa do Google;
  • Senha: é necessária uma palavra-chave para acessar o conteúdo, ideal para controlar quem pode vê-lo;
  • Remoção de URL: exigimos que o Google remova dos resultados de pesquisa os endereços relacionados ao seu site que você especificar;
  • Meta modificação: garantimos que todo o conteúdo seja apagado do Google em sua próxima verificação;
  • Negação de IP: rejeitamos qualquer acesso possível do Google.

Consequentemente, são aplicadas de acordo com suas necessidades e as possibilidades oferecidas pela configuração do seu site e do servidor em que ele está hospedado.

No entanto, os serviços são pagos e oferecidos com três opções de proteção.

Alternativas para não usar serviços da Google

Conclusão

Então, o problema é que é muito difícil competir com ferramentas como YouTube, Gmail ou Google Maps.

Portanto, a maioria dos usuários prefere lidar com anúncios ou que acessem nossos dados em troca de poder usá-los.

Via: Genbeta / No More Google / No Google

Escrito por Fabiano Rodrigues

Usuário de Linux desde o Kurumin; servidor público, tecnólogo em análise e desenvolvimento de sistemas, amante de software livre e de código aberto; apaixonado por jogos, louco por rock e heavy metal, filmes e seriados.

Google revelará o Pixel 4 em 15 de outubro

Google revelará o Pixel 4 em 15 de outubro

Edward Snowden pede asilo à França

Edward Snowden pede asilo à França