SPAM
Descobrimos que apenas cinco tipos de arquivos compõem 85% dos anexos maliciosos diz Päivi Tynninen, Pesquisador de Inteligência de Ameaças da F-Secure

O SPAM ainda reina absoluto como principal fonte de Malware nas últimas décadas, de acordo com a empresa finlandesa F-Secure.

Os especialistas apontam as principais razões pelas quais ele ainda funciona, é de que os usuários ainda não conhecem o que estes e-mails podem gerar.

Apesar de ser um truque com mais de 40 anos, o que leva a maioria das pessoas a clicarem é a falta do conhecimento aponta o relatório

“Durante os últimos anos, ganhou mais popularidade em relação a outros vetores, à medida que os sistemas estão ficando mais seguros contra explorações e vulnerabilidades de software”, diz Päivi Tynninen, Pesquisador de Inteligência de Ameaças da F-Secure.

 

“Das amostras que vimos na primavera de 2018, 46% são dados fraudulentos, 23% são e-mails com anexos maliciosos e 31% contêm links para sites maliciosos”, diz Päivi.

Uma tendência descrita pela primeira vez no relatório “ The Changing State of Ransomware ”, lançado em maio deste ano.

A maioria dos anexos maliciosos encontrados contém infostealers (Criptomineradores e Ladrões de Cartão de Crédito), incluindo trojans de acesso remoto e trojans bancários.

“Descobrimos que apenas cinco tipos de arquivos compõem 85% dos anexos maliciosos”, diz Päivi. “Eles são .ZIP, .DOC, .XLS, .PDF e .7Z.

Existem vários motivos pelos quais o spam é ressurgente.

O SPAM ainda Funciona

Primeiro de tudo, sim, o spam funciona, e vai continuar funcionando. Veja abaixo o que dizem os especialistas:

“O spam está se tornando um vetor de ataque cada vez mais bem-sucedido, com taxas de clique subindo de 13,4% no segundo semestre de 2017 para 14,2% em 2018”, diz Adam Sheehan, da MWR InfoSecurity.

Funciona porque os criminosos estão sempre melhorando em “engenharia social”, que emprega conhecimento da psicologia do usuário para melhorar o  seu design.

Sheehan observa que existem táticas simples que visivelmente melhoram as taxas de cliques veja abaixo quais são elas :

  • Spam que parece vir de alguém que o destinatário conhece
  • Spam com linhas de assunto livres de erros
  • Spam que usa um apelo à ação em que a urgência está implícita mas não enfatizada

Todos são mais eficazes, pois estimulam à ação do usuário, ou até em alguns casos a confiança do mesmo.

Em segundo lugar, outras táticas se tornaram menos eficazes.

O desaparecimento do Adobe Flash como um dos plug-ins mais populares em sites também afastou criminosos dos kits de exploração

As pessoas que esperam espalhar Malware precisam confiar cada vez mais em spam de e-mail

“Reduzimos os criminosos ao spam, um dos métodos menos eficazes de infecção”, diz Sean.

“Os anti-malware contém quase todas as ameaças em massa comercializadas.E honestamente, eu não vejo nada vindo no horizonte que possa levar a outra corrida do ouro, então os criminosos ficam presos ao spam ”.

“Quanto mais as coisas mudam, mais elas permanecem as mesmas.”

KDE Plasma 5.13.4 foi lançado com 48 alterações

Previous article

SamSam rendeu US $ 5,9 milhões aos seus criadores

Next article

You may also like

More in Notícias