in

Android 10 é mais seguro que as versões anteriores?

O Android 10 foi lançado e com isso muita coisa mudou, mas será que ele é mais seguro? Confira!

android-10-e-mais-seguro-que-as-versoes-anteriores

Como você já sabe, o Android 10 foi lançado e com ele o receio tanto pela espera, quanto de permitir as atualizações. Mas, todos os lançamentos são assim, alguns usuários ficam ansiosos que as atualizações cheguem logo em seus dispositivos, e outros ficam com medo de algo dar erro. Dito isso, será que o Android 10 é mais seguro que o Android 9, Android 8, Android 7?!

Fique por dentro de todas as novidades do Android 10, veja o vídeo abaixo antes de continuar a leitura:

O Android 10 conta com muitas mudanças, que é o resultado de esforços do Google para proteger a privacidade do usuário, e assim, oferecer mais controle para o usuário que pode escolher quais dados os aplicativos podem usar. Mas, se você quer saber também se o seu telefone vai receber o Android, saiba que temos um artigo onde abordamos quais os smartphones que vão receber o Android 10.

As atualizações segurança do Android 10, já contempla o Google Play, a ideia é evitar ao máximo, os cenários já conhecidos de aplicativos injetando malware em dispositivos Android. Afinal de contas, volta e meia recebemos informações de que o Google removeu vários aplicativos por essas práticas ilegais. Além disso, também estamos na espera a correção da vulnerabilidade Zero Day para Android, o Google ainda não liberou a atualização.

Privacidade e segurança no Android 10

No Android 10, os aplicativos têm acesso restrito ao armazenamento externo. Agora, os aplicativos terão acesso limitado somente ao diretório do próprio aplicativo. Então, mesmo que você esteja utilizando um aplicativo que crie algum conteúdo multimídia, seja eles fotos, vídeos ou áudio, o aplicativo terá acesso tão somente ao que foi criado por ele, e nada mais.

O Android 10, conta com o ACCESS_BACKGROUND_LOCATION e é ele que restringe o local de acesso do aplicativo em segundo plano. Já sobre o uso da localização, os aplicativos só poderão ter acesso quando ele, o aplicativo, estiver sendo utilizado em primeiro plano.

Desta forma, nenhum aplicativo poderá ter acesso a localização do dispositivo sem que eles esteja em uso, ou se o usuário permitir que o aplicativo utilize a localização todo o tempo. De forma comparativa, seria o equivalente ao que o iOS faz hoje em dia, tudo depende da escolha do usuário.

Outro ponto interessante, e que tornar o Android 10 mais seguro que as versões anteriores, é que os aplicativos somente poderão iniciar atividades com base na interação do usuário. Desta forma, as atividades em segundo plano estão restritas.

Mais um ponto interessante, é que agora o Android 10 vai transmitir endereço de MAC aleatório, o novo recurso é chamado de randomização de endereço MAC e esta presente no lançamento. O acesso ao estado de rede do dispositivo também foi desativado, os aplicativos só podem ter acesso aos identificadores não redefiníveis, como o IMEI e número de série, se o aplicativo tiver a permissão privilegiada READ_PRIVILEGED_PHONE_STATE.

Ainda não acabou. Os aplicativos agora possuem acesso limitado aos dados da área de transferência, que é quando copiamos algo para colar depois. Desta forma, os aplicativos só poderão ler o conteúdo se o usuário conceder o acesso.

Restrições aos detalhes e metadados da câmera, ativando e desativando o Wi-Fi e o Bluetooth. O Android 10 desabilita o acesso silencioso de aplicativos para acessar o conteúdo da tela do dispositivo.

Com aplicativos herdados, o usuário recebe uma tela de permissões pela primeira vez após a instalação do aplicativo, o que oferece aos usuários a chance de revogar suas permissões. Então, diante dos fatos, o Android 10 pode ser mais seguro que as versões anteriores.

Para maiores informações, consulte os links abaixo:

Escrito por Emanuel Negromonte

Fundador do SempreUPdate. Acredita no poder do trabalho colaborativo, no GNU/Linux, Software livre e código aberto. É possível tornar tudo mais simples quando trabalhamos juntos, e tudo mais difícil quando nos separamos.

GNOME 3.34 RC2 disponível para teste final

GNOME 3.34 RC2 disponível para teste final

Desenvolvedores da Mozilla não cumprirão completamente o novo manifesto do Chrome

Desenvolvedores da Mozilla não cumprirão completamente o novo manifesto do Chrome