in

Após a saída de líder, Fundação Python será administrada por um Conselho

Após a saída de líder, Python será administrada por um conselho

Em meados de 2018, Guido van Rossum, criador do Python e também conhecido na comunidade como o “Benevolent Dictator for Life” do desenvolvimento da linguagem, decidiu abandonar o navio. Ele anunciou férias permanentes depois de 30 anos totalmente dedicados ao projeto. Guido também alegou que estava cansado de odiar e ter que lutar por propostas para melhorar o Python. Agora, após a saída de líder, Fundação Python será administrada por um Conselho.

Guido não designou um sucessor e afirmou que ainda decidiriam por si mesmos como seria o processo de tomada de decisão. Embora tenha demorado alguns meses, a Python Software Foundation definiu neste mês de dezembro para decidir sobre o novo modelo de governança do Python. E o resultado, é o que falamos: uma diretoria composta por  cinco pessoas.

O modelo do Conselho

O novo modelo de governança dependerá desse conselho para estabelecer práticas padrão ao introduzir novos recursos no Python. A proposta , conforme explicada na documentação, é projetada para ser “chata”, ampla, flexível e leve .

Os desenvolvedores Nathaniel Smith e Donald Stufft, autores da proposta explicam:

Não somos especialistas em governança e não acreditamos que o Python seja um bom lugar para experimentar modelos de governança novos e não testados. Portanto, esta proposta adere, tanto quanto possível, a processos maduros, conhecidos e previamente testados. A abordagem superior de um conselho, na maioria das vezes sem intervenção manual, é possivelmente a mais comum entre os grandes projetos de sucesso do FOSS, e os detalhes básicos derivam diretamente da governança do Django.

Funções do Conselho e novo Código de Conduta

Após a saída de líder, Python será administrada por um conselho

Ao tomar decisões finais, o Conselho terá plena autoridade para vetar qualquer coisa. Do mesmo modo, servirá como um juiz de recurso.
E será que vem polêmica por aí? Eles também vão reforçar e aperfeiçoar o Código de Conduta do Python, criarão subcomitês e vão gerenciar os ativos do projeto.

No entanto, o objetivo é que o conselho acabe exercendo o mínimo possível de seus poderes. Explicando melhor, em vez de votar, eles tentarão chegar a um consenso e padronizar um processo de tomada de decisão. Assim, esperam evitar complicações e desgastes desnecessários.

Apoio à distância

Fundador da linguagem Python se afasta da função BDFL (Atualizado)

Enquanto isso, Van Rossum ainda estará lá. A ideia é que ele possa dar orientações quando necessário, além de outras formas de colaboração para o projeto.

O Python se tornou a uma linguagem moderna de programação. Ano após ano é uma das mais relevantes e com crescimento mais rápido.

Desenvolvedores de todo o mundo o elogiam por sua grande flexibilidade, e parece que seu futuro ainda está em boas mãos, exatamente como Guido planejou.

Escrito por Claylson

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.

Top 5 empregos técnicos mais bem pagos de 2019

Top 5 empregos técnicos mais bem pagos de 2019

supere-o-seu-terror-do-arch-linux-hoje

Supere o seu terror do Arch Linux, hoje!