in

As melhores distros de 2018 de acordo com o Techradar

UBports, SparkyLinux, antiX, Ubuntu 14.04.6, ExTiX e Pardus lançam novas versões

O Linux é construído para experimentação, o que significa que está sempre mudando e se transformando. Novas distribuições estão aparecendo o tempo todo, porque tudo o que é preciso é um pouco de determinação, tempo e esforço para criar um sistema operacional personalizado. Neste post, conheça as melhores distros de 2018 de acordo com o Techradar.

É importante notar que esta lista é baseada nos gostos e utilizações dos resposáveis pelo site. A melhor distro sempre será aquela que se adapta a seus gostos e necessidades. Porém, de acordo com o Techradar, são muitas distros lançadas todos os anos e que sequer são instaladas por usuários comuns.

Alternativas

Outras distribuições alternativas, no entanto, têm melhores resultados. Veja o sucesso do Linux Mint, que se separou do Ubuntu para se tornar (talvez) mais popular do que sua própria origem. De fato, o Ubuntu cresceu a partir do Debian, e suas ramificações (distribuições como o Ubuntu Studio) obtiveram boa aceitação.

Assim, temos aqui uma seleção das cinco distribuições que têm avançado rapidamente através das listas em 2018. Algumas delas podem se tornar as melhores distribuições Linux existentes, enquanto outras podem desaparecer.

1. Antergos

  • Suporta vários ambientes de desktop;
  • Instalador personalizado fácil de usar;
  • Não há suíte de escritório padrão.

Antergos é construído a partir do Arch e, como o original, atende a usuários mais avançados. As atualizações de pacotes estão disponíveis no momento em que são consideradas estáveis.

Antergos é uma estrela em ascensão, graças à sua opções de configuração padrão e fácil processo de instalação em comparação com Arch. O instalador personalizado, Cnchi, instala o desktop Gnome 3 por padrão. Porém, também permite que você selecione a partir de cinco outros ambientes área de trabalho se você preferir.

Além disso, faz o download e instala o essencial para reproduzir mídia e outros aplicativos úteis. Antergos não tem um pacote de escritório por padrão, mas você pode usar o LibreOffice para o Arch Linux. O sistema operacional é muito popular na Espanha e em toda a Europa, pois tem suporte multilíngüe.

O projeto surgiu como Cinnarch e usava o desktop Cinnamon.

O Antergos segue um modelo de versão contínua, portanto, depois de instalar a versão mais recente (atualmente 18.6), você não precisará executar nenhuma atualização novamente.

Baixar Antergos

2. Deepin

  • Um sistema operacional bonito com uma ampla variedade de aplicativos personalizados. 
  • Excelente interface de desktop;
  • Muitas ferramentas úteis, personalizadas, que podem levar algum tempo para aprender como usá-las.

O Deepin (anteriormente conhecido como Linux Deepin e HiWeed Linux) descreve-se como ‘excelente por dentro’.

É uma distribuição desenvolvida na China que se concentra na simplicidade e elegância. Até 2015, o Deepin era baseado no Ubuntu, mas agora é uma distribuição baseada no Debian.

O sistema operacional usa um ambiente de desktop chamado DDE (Deepin Desktop Environment) baseado no conjunto de ferramentas Qt 5 combinado com o Mutter Window Manager. No geral, lembra um macOS. A área de trabalho incorpora uma série de widgets para exibir informações como notificações de tempo e aplicativos.

A versão mais recente do Deepin (15.8) incorpora HiDPI, o que significa que é compatível com todas as telas HD. Ele também vem com um novo design para o Centro de Controle e a área de trabalho. O Deepin está disponível apenas para sistemas de 64 bits, como o ISO de 2,1 GB. Você pode inicializá-lo no modo Live e o instalador é extremamente fácil de usar.

Baixar Deepin

3. MX Linux

  • Rápido, fácil de usar e confiável;
  • Usa um desktop leve do Xfce
  • Boa seleção de aplicativos empacotados mas a configuração do USB pode ser complicada.

O MX Linux é descrito como uma distribuição de “peso médio”. Isso significa que ele não tem muito apetite quando se trata de consumir recursos do sistema.

A versão atual do MX Linux é 18. Ele foi publicado em dezembro de 2018 e é baseado no ramo ‘stable’ do Debian, o Stretch. O sistema operacional inclui alguns aplicativos padrão muito queridos, como o navegador da web Mozilla Firefox e o cliente de e-mail Thunderbird. O MX também inclui players de mídia VLC e Clementine, permitindo que você reproduza uma variedade de mídias prontas para uso. A suíte de escritório LibreOffice também está incluída.

Você pode instalar programas adicionais com um clique do mouse usando o instalador do pacote MX que contém uma mistura de aplicativos dos repositórios do Debian Stable/Testing, bem como alguns outros que foram escolhidos pelos desenvolvedores.

Simples e elegante

Embora o ambiente de trabalho use o Xfce simplista, a princípio você achará difícil acreditar por causa de sua elegância. Isso não atrapalha em nada, já que menus e janelas abrem quase instantaneamente.

O MX Linux pode ser executado a partir de um Live DVD ou USB, se você quiser testá-lo antes da instalação.

O MX está disponível para sistemas de 32 bits e sistemas de 64 bits. Sua máquina precisará de pelo menos 2 GB de RAM para o sistema operacional funcionar corretamente.

Baixar MX Linux

4. Subgraph

  • Proteja seu sistema com sandbox e anonimato
  • Aparência elegante e sensível ao toque;
  • O kernel foi reforçado usando Grsecurity;
  • O sistema operacional está em alfa e tem algumas vulnerabilidades.

Subgraph é um pouco diferente dos demais. Isso no sentido de que é uma estrela em ascensão no mundo Linux, projetada especificamente para privacidade. Os desenvolvedores enfatizam que ainda está em desenvolvimento, mas o sistema operacional é muito promissor para aqueles que amam a privacidade.

O kernel Subgraph foi reforçado usando o Grsecurity, que é amplamente considerado um dos kernels Linux mais seguros do mundo atualmente. Isso reduz muito as chances de se tornar vítima de ataques DMA (Acesso Direto à Memória)., Este é um dos métodos comum usado pelos hackers para tentar obter o controle de um computador.

Navegação

Aplicativos como o navegador Tor ou o cliente de e-mail IceDove estão no sandbox usando um sistema chamado ‘Oz’. Assim, ele oferece uma camada extra de proteção caso um aplicativo seja comprometido. Você também pode usar listas brancas e negras especializadas para determinar quais aplicativos podem ser executados.

Todo o tráfego da Internet é roteado através da rede anônima Tor, o que torna extremamente difícil rastrear sua localização. No entanto, reduzirá a velocidade da conexão em certa medida.

Ao contrário de outras distribuições do gênero, o Subgraph é bastante fácil de usar, usando o ambiente de desktop Gnome e o Xpra para fornecer uma interface simples, mas atraente.

Apesar de todas as características que melhoram a privacidade e que supostamente funcionam imediatamente, o Subgraph ainda é um software alpha e você não deve confiar nele para garantir qualquer informação realmente importante.

O sistema já foi testado e apresentou algumas falhas. Portanto, é esperar para ver o caminho a ser trilhado pela distribuição em 2019. Se quiser testar o Subgraph, clique no botão abaixo:

Baixar Subgraph

5. Debian

Para aqueles que valorizam a estabilidade
  • Sistema operacional extremamente estável;
  • O Gnome Shell é limpo e fácil de usar;
  • Você não pode usar as versões mais recentes dos aplicativos.

Apesar de todo o sucesso, o Ubuntu que deriva do Debian apresenta muitas críticas em relação ao desempenho. Foram muitas mudanças polêmicas nos últimos tempos, como a retirada do Unity e a substituição pelo desktop Gnome. Então, o caminho natural para muitos usuários deve ser mesmo o Debian.

Pacotes Debian são conhecidos por sua estabilidade. Qualquer versão de teste do Debian deve primeiro passar por um processo de “congelamento” no qual nenhum novo pacote é adicionado antes de receber a honra de se tornar uma versão “estável” de pleno direito. Este é o caso do Debian 9 Stretch (nomeado para o polvo roxo Toy Story), que se tornou a atual distribuição “estável” do Debian em julho de 2017.

O novo ambiente de desktop Gnome e a grande seleção de softwares de repositórios fazem o Debian 9 definitivamente adequado para o uso diário. Porém, alguns dos pacotes estejam desatualizados. Se você preferir arriscar, considere testar a distribuição ‘testing’ do Debian, que possui o nome do código do Buster.

O Debian incorpora apenas software ‘livre’. Isso significa que se você usar firmware proprietário pode precisar usar os repositórios ‘não-livres’ ou baixar os drivers manualmente.

Baixar o Debian

Fonte: Techradar

Written by Claylson Martins

Jornalista com pós graduações em Economia, Jornalismo Digital e Radiodifusão.

veja-como-instalar-o-wine-4-5-no-arch-ubuntu-e-derivados

Novos recursos chegam à versão estável do Wine 4.0

KaOS, Nitrux, GhostBSD, Chakra e Q4OS lançam novas versões

KaOS, Nitrux, GhostBSD, Chakra, OLPC e Q4OS lançam novas versões