in

Assista à instalação do Arch com UEFI

Veja o dualboot do Arch e Windows com UEFI.

Assista instalação do Arch com UEFI
Assista instalação do Arch com UEFI

Nesse tutorial, assista à instalação do Arch Linux e Windows em dualboot com UEFI no virt-manager. Assim, da mesma forma pode ser instalado em seu computador.

Assista à instalação do Arch com UEFI

Primeiramente, vou iniciar a VM no Windows para demonstrar que foi instalado o sistema operacional. Então, vou desligar a máquina e colocar o boot pelo cdrom com a iso do arch linux do dia 01/01/2020.

Configurando variáveis para instalação

Logo após ter iniciado a VM com a iso de instalação do Arch Linux, vamos setar o nosso teclado para br-abnt2.

Agora vamos atualizar o relógio do sistema.

Criação das partições

Então, agora chegou a hora da criação das partições do Arch Linux. Portanto, vamos criar duas partições do tipo Linux filesystem para serem o nosso diretório “/” e “/home”.

Essas duas partições são criadas para o caso de termos problemas com o nosso sistema. Assim, não perderemos os arquivos salvos pelo nosso usuário. Por isso a separação da /home.

Logo após termos criado as duas partições do Linux, vamos criar a partição de swap que é a área de troca do sistema. Ela serve como se fosse uma pasta de arquivos temporários.

Vamos então formatar nossas duas  partições do sistema e iniciar a partição de swap.

Com as partições criadas e devidamente formatadas vamos montar o sistema.

Instalação da base do sistema Arch

Agora chegou a hora de setar a mirror que é mais rápida para fazer o download e instalação do nosso sistema base.

Então, após setar a mirror mais rápida, vamos instalar a base do nosso sistema do Arch Linux.

Junto à base do sistema vamos também instalar os pacotes nano (Editor de Texto) e o pacote ntfs-3g (Leitura do sistema de arquivo ntfs).

Criação da pasta dos arquivos do Windows

Com a base do sistema instalada vamos agora criar o diretório referente à partição do Windows e montar para poder ter acesso aos arquivos dele quando iniciarmos o computador.

Criando arquivo da fstab

Chegou a hora de criar o arquivo da nossa fstab que é onde ficam descritos os sistemas de arquivos montados no boot.

Então, depois de ter feito o arquivo da fstab, vamos checá-lo para ver se tudo ocorreu como previsto com o comando cat.

Transformar sistema instalado em sistema base

Logo após ter criado o arquivo da fstab, chegou a hora de transformar a base do sistema que instalamos em base do sistema que vamos utilizar para terminarmos as configurações.

Para isso, vamos utilizar o comando arch-chroot e transformar o diretório “/mnt” em diretório “/”.

Ajustando fuso horário

Agora chegou a hora de acertar o fuso horário. Primeiramente, vamos dizer qual fuso estamos utilizando.

Depois vamos acertar o nosso relógio de acordo com o fuso.

Acertando localização

Para acertar a localização, primeiramente dizer qual encode de caracteres vamos utilizar.

Logo após, vamos setar o arquivo de configuração do encode e criar o arquivo que diz qual layout de teclado estamos utilizando.

Ajustando a configuração de rede

Agora vamos começar criando o arquivo que contém o nome da nossa máquina. Depois é preciso mexer no arquivo de hosts para ajustar os nomes que nossa máquina vai ter como padrão.

Gerando initramfs

Vamos gerar novamente a nossa initramfs para ter certeza de que não há nada de errado com ela. Pode não ser necessário, porém, vamos fazer por garantia.

Password do root

Agora chegou a hora em que setamos o password do nosso super usuário root.

Grub boot loader UEFI

Bom pessoal, chegou a hora em que essa parte não aparece mais no install.txt, então, vou colocar os comando executados aqui.

Instalando pacotes que vamos utilizar.

pacman -S grub efibootmgr dosfstools os-prober mtools networkmanager

Vamos criar a pasta do EFI.

mkdir /boot/EFI

Montar a pasta “/boot/EFI” com a partição EFI.

mount /dev/sda2 /boot/EFI

Instalando o grub e checando sistemas operacionais iniciáveis.

grub-install --target=x86_64-efi --bootloader-id=grub_uefi --recheck

Criando a configuração e inserindo no grub.

grub-mkconfig -o /boot/grub/grub.cfg

Colocando a rede para iniciar no boot.

systemctl enable NetworkManager

Agora vamos sair e reiniciar o computador.

Instalação do sudo

Chegou a hora em que nosso pc foi iniciado pela primeira vez no Arch Linux. Então vamos instalar o sudo e configurar para que os usuários do grupo wheel possam executar o comando sudo.

Criação do usuário

Vamos criar um usuário e inserir no grupo wheel para que ele possa executar o comando sudo e instalar aplicativos.

Instalação da DE e DM

Agora vamos instalar a nossa placa de vídeo e o Desktop xfce4 com o Desktop Manager SDDM para que o computador inicie na unidade gráfica.

Segue o vídeo explicativo de como foi feito.

Enfim, espero poder ter ajudado com este tutorial de instalação do Arch Linux dualboot junto ao Windows com UEFI.

Escrito por Rodrigo Leutz

Usuário do Linux a mais de 20 anos.
Desenvolvedor Web e Android ( Kotlin e Java ).
Membro da equipe de suporte do sempreupdate.

Sonos está processando o Google por copiar tecnologia de alto-falante

Sonos está processando o Google por copiar tecnologia de alto-falante

O SelfieType da Samsung vai permitir que você digite em um teclado invisível

O SelfieType da Samsung vai permitir que você digite em um teclado invisível