Bons hábitos que todo usuário Linux deve conhecer

É comum entre a comunidade Linux encontrar usuários com algum tipo de dúvida, que vão desde as mais simples até as mais complexas. Ainda que tenhamos uma certa experiência, é sempre bom conhecer e ler cada vez mais a respeito. Isso é o que torna o mundo GNU fascinante!

Travou, e agora?

Se você já usou um computador antigo provavelmente já passou por essa situação. É extremamente irritante desenvolver algum tipo de tarefa e ser interrompido por um travamento inesperado. Porém, antes de digitar todo o alfabeto no teclado ou apertar o botão Power do computador, tente as dicas a seguir:

  • Abra o terminal (atalho Ctrl + Alt + T) e digite um o comando top. Procure o PID do processo que está comprometendo o sistema e logo após digite o comando kill -9 PID. O comando ps -A | less tem a mesma função, porém com uma saída mais enxuta.
  • Digitando o atalho Alt + F2, é possivel executar o xkill, logo após clicamos sobre a janela do programa parado.
  • Se toda a interface gráfica estiver travada, a estratégia adotada pode ser a combinação Ctrl +
    Alt + F1. Isso abrirá uma tela em linha de comandos, onde podemos iniciar uma nova sessão com usuário e senha e proceder com os passos do primeiro tópico. Para voltar ao modo gráfico digite Ctrl + Alt + F7
  • Caso a reinicialização seja a única saída, repita o passo anterior, inicie uma nova sessão e digite um dos comandos: sudo shutdown -r now , sudo reboot ou sudo init 6.
  • Apenas se nenhum dos passos anteriores resolver, digite as teclas emergenciais ALT + PRINT SCREEN + O para desligar ou ALT + PRINT SCREEN + B para reiniciar. Vale ressaltar que é sempre bom evitar qualquer tipo de desligamento brusco, para evitar possíveis danos ao sistema.

Privilégios de Administrador

Um dos grandes diferenciais que torna o sistema Linux seguro se comparado a outros sistemas é a hierarquia de privilégios. Muitos incidentes que ocorrem com o Windows por exemplo, se deve ao fato de os usuários serem na maioria das vezes administradores da máquina local. Isso implica no controle total para manipular, controlar e instalar softwares. Pensando nisso, não é aconselhável usar o Linux logado como root (o super usuário equivalente ao administrador do Windows). Até mesmo algum pacote incompatível instalado por engano pode trazer dores de cabeça. É possível abrir ambiente gráficos com privilégios elevados quando necessário, digitando os comandos gksudo nautilos ou gksu pantheon-files-pkexec no caso do Elementary Os. Ao executar o comando será solicitado a senha e você pode fechar assim que possível o gerenciador de arquivos.

Uma faxina de vez em quando…

Por ser um sistema tão completo e robusto, pouco se fala em limpeza de disco no Linux. E realmente não é algo imprescindível para um bom funcionamento, porém, espaço em disco nunca é demais. Existem poucas opções de softwares que se comprometem com esse propósito, um dos mais conhecidos é o BleachBit. Ele faz uma varredura apagando arquivos temporários, cache, histórico de navegação e cookies. Não se surpreenda se o seu sistema ficar mais rápido depois dessa dica. Para instalá-lo siga com os comandos:

sudo apt update
sudo apt install -y bleachbit

Conclusão

De maneira geral, foi possível comentar e compartilhar alguns hábitos e dicas sobre o uso do Linux. Como foi dito no início, sempre haverá outras instruções a serem aderidas. Lembre-se também de fazer backup dos seus arquivos regularmente e quando possível, ajude alguém com seu conhecimento. Além de aprender mais estará fortalecendo a comunidade de software live.

Existe uma distribuição Linux para iniciantes?

Previous article

Ubuntu 17.10 pode vir com recursos de mutar música quando você receber uma chamada VoIP

Next article

You may also like

More in Dicas