Notícias

16/11/2021 às 17:00

5 min leitura

Avatar Autor
Por Jardeson Márcio

CEO da Epic Games detona Apple e Google

Ele chamou o Google de louco e disse que a Apple devia ser parada

As melhores ofertas de software da Black Friday 2021: obtenha o Windows 10 Pro por 11€ e atualize para o Windows 11 Pro gratuitamente!

O CEO da Epic Games detonou a Apple e o Google em uma conferência de aplicativos na Coréia do Sul. Tim Sweeney disse que a Apple devia ser parada e que o Google era “louco” em como lida com as compras de aplicativos.

A empresa diverge de opinião há muito tempo, sobretudo com a Apple. A Epic Games tem lutado contra a gigante de Cupertino por causa do pagamento de compras no aplicativo, lançando, inclusive, sua própria loja para contornar o corte da Apple nos pagamentos no aplicativo, em violação dos termos da App Store.

A Apple, por sua vez suspendeu a conta de desenvolvedor da Epic Games. Ou seja, o Fortnite ficou indisponível para o iOS. Depois disso, a Epic Games obteve uma vitória parcial no tribunal, quando o juiz determinou que a Apple deve permitir que os desenvolvedores se conectem a plataformas de pagamento de terceiros.

No entanto, a decisão também concluiu que a App Store não é um monopólio, com a Epic apelando desse aspecto. A Apple se recusou a permitir que a Epic voltasse à App Store até que o apelo fosse ouvido.

A Apple deve ser interrompida, de acordo com o CEO da Epic Games

ceo-da-epic-games-detona-apple-e-google
Imagem: 9to5Mac

De acordo com o Bloomberg, Sweeney fez referência a essa falha em comentários feitos em uma conferência na Coréia do Sul. “O CEO da Epic Games Inc., Tim Sweeney, renovou seu ataque ao poder de duopólio da Apple Inc. e do Google, da Alphabet Inc. como as plataformas móveis dominantes do mundo, em uma conferência em Seul na terça-feira”.

“A Apple bloqueia um bilhão de usuários em uma loja e processador de pagamento”, disse Sweeney na Conferência Global para Justiça do Ecossistema de Aplicativos Móveis na Coreia do Sul, lugar da primeira lei do mundo que exige que as plataformas móveis dêem aos usuários a escolha de manipuladores de pagamento.

“Agora a Apple cumpre as leis estrangeiras opressivas, que vigiam os usuários e os privam de direitos políticos. Mas a Apple está ignorando as leis aprovadas pela democracia coreana. A Apple deve ser interrompida”, disse o CEO. Além disso, ele disse ainda: “O Google cumpriu o prazo, mas não de uma forma que agradou aos desenvolvedores: permitiu-lhes usar plataformas de pagamento externas, mas continuou cobrando uma comissão sobre os aplicativos vendidos por meio de sua Play Store”.

A Apple está enfrentando investigações antitruste e processos judiciais em todo o mundo. Já o Google, mantém-se sem forte concorrência, também.

Via: GoogleMac

Jardeson é Mestre em Tecnologia Agroalimentar e Licenciado em Ciências Agrária pela Universidade Federal da Paraíba. Entusiasta no mundo tecnológico, gosta de arquitetura e design gráfico. Economia, tecnologia e atualidade são focos de suas leituras diárias. Acredita que seu dia pode ser salvo por um vídeo engraçado.

Últimos artigos

Newsletter

Receba nossas atualizações!

Newsletter

Receba nossas atualizações!
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.
×